São Paulo

Por tudo que representas, por tudo que falam de ti, amo-te eternamente. Filho de São Paulo não dorme a luta, filho de São Paulo sucumbe a dor, filhos, São Paulo, dores, amores, vida. São Paulo o pai que acolhe, o pai que ensina, o pai que carrega o filho nos braços cândidos, sangrando, que cicatrizam ao vento, ensinando a crescer.

Teus filhos quando criados estão prontos, feitos sementes maduras ao vento, florescem em qualquer outra terra.

Amo-te com dores, com amores.

Selma Flavio

Gratidão São Paulo.


segunda-feira, 25 de janeiro de 2021


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: