Ter um grande amor!


Relacionamento, duvidas que acompanham o mundo inteiro, cada cultura tem uma forma de busca, mas, no fundo procuram a mesma coisa. Ter um grande amor!

A mídia, os escritores romancistas e algumas pessoas que desejam vender livros, vendem também a ideia de um amor perfeito. Não quero jogar água no coração de ninguém, mas, quero chamar atenção que muitas pessoas sofrem esperando por esse amor perfeito.

A alma gêmea é a ideia de perfeição, então te pergunto, você é perfeito?

Se atraiu o que sou, o que ando atraindo?

Os relacionamentos amorosos harmoniosos são invejáveis e desejáveis, precisamos assim os desejar e, para atrai-los é preciso primeiramente olhar para nós, descobrir quem somos e quem sou, olhar o mundo com olhos atentos, e se perguntar por que não, por que não posso ser feliz.

Ao mesmo tempo dar-vos-eis a oportunidade de vivenciar os amores no qual as almas são apenas companheiras, proporcionando oportunidades de aprendizado, num ensaio para viver um grande amor. Sem cobranças e sem dores.

 

O leitor em especial, chamou-me atenção, quão sua dor na busca de um amor.

 

Milton –  Moçambique – 18 anos.

(..) vivo numa sociedade, neste que a questão do amor está modernizado, até demais, ninguém respeita o outro, basta ter seu prazer e satisfação que o outro da, tipo assim, homens não se contentam em uma só mulher O triste é que mulheres, eu critico isto, por isso as vezes digo.

– ame somente uma única parceira ou parceiro, como eu disse, acredito no Verdadeiro Amor sempre orei a Deus que me desse um, tenho fé disso, mas às vezes por ver outros e amigos meus com suas namoradas, mesmo seus namoros fora de padrões normais eu cobiçava aquilo, por isso fico impaciente e vou a busca de atalhos fáceis, mas devido a minha postura, o não sempre vê como resposta, fico triste, mas agradeço a Deus porque sei que ele impedia aquela União, que aquela não era a pessoa certa para mim, continuou viver sem um amor, acreditando que um dia terei um, o que me confortá e dos sites que eu abro que falam do seu seu verdadeiro amor, fico lendo, e encontou palavras Que enchem de esperança, no certo dia ouvi um programa em que dois amigos falavam de almas gêmeas, um dia aqui a alma gêmea existe, e o outro dizia aqui como é possível uma pessoa naser no mesmo lugar que você, e ainda mas para você, neste caso a alma gêmea, que você é mas o outro dizia, – às vezes não nasci perto de você e tens que viajaram o mundo para encontrar sua alma, este assunto não é novidade para mi, já ouvi falar mas a partir deste dia decidi pesquisar, achei neste site Li, e gostei da matéria, eu gostaria que comentasse sobre o meu comentário e der me pequeno pequeno conselho, sobre isso, me dê esperança de um dia encontrar a minha alma.

Eu Milton Paulo acredito em almas gemias.

 

Em resposta:
Querido Milton. Os relacionamentos fúteis também imperam no Brasil, estamos vivendo momentos frívolos e artificiais. Todo reencontro de almas depende do estado evolutivo de cada um, você pode estar preparado e o outro não e, mesmo assim, os reencontros não significam que serão livres de conflitos, como disse, tudo depende do estado evolutivo de cada um. Viva a vida da forma mais tranquila que puder, viva relacionamentos sem cobranças, no momento certo a pessoa mais semelhante a você chegará. Relacionamentos é um grande aprendizado, quando temos no coração a ideia de ter um amor profundo, saberemos identifica-lo.

 

Vale refletir sobre Hermes Trismegisto – Caibalion – 5º Princípio –  Um casal que em início de namoro tem um comportamento muito explosivo com demonstrações de paixão, esse gradiente de euforia pode se tornar um equivalente em depressão violência, rejeição em um casamento. Dificilmente você vai encontrar um casal que sempre foi muito sereno que depois se estapeie.

 

 

Gratidão pela oportunidade!

Selma D. Flávio
Soluções Sistêmicas e Terapias Vibracionais

 

 


 

 

 

 

Desintoxica a sua energia sexual


É importante compreender que o ato sexual não é somente a troca de prazeres e fluidos, mas, principalmente a troca de energia umas com as outras. A intimidade é muito mais profunda que se aparenta, na atualidade é muito comum ver casais que saem apenas para transar, levar a vida de boa e aproveitar o momento, ignorando totalmente o que tem além desses encontros.

Mesmo quem diz insensível é capaz de absorver a energia do outro ou ser “vampirizado” – ele até pode acreditar que não sente nenhuma diferença – mas as pessoas qual convive diariamente sentirá com certeza. O que não percebem que alguns desconfortos estão relacionados com essas trocas sucessivas de parceiros (as), como a irritação, dores pelo corpo, cabeça, enjoos…. As mulheres ficam mais suscetíveis, dentro de seu ovário é descarregada cargas elevadas de detritos energéticos e emocionais.

Se pergunte: – O outro ficou bem e feliz e eu como fiquei?

 

O ato de ejacular é muito mais do que aparenta, além de colocar dentro do corpo (mesmo usando camisinha) o sêmen, o homem também descarrega toda sua carga energética. É só pensar um pouquinho o que você pode estar recebendo. Imagine um homem que acabou de conhecer, o que ele expele dentro de sua alma, mais necessariamente dentro de seu ovário – o ovário é a fonte e vida da mulher.

Desconhecendo as questões energéticas e as necessidades de limpeza, vai-se acumulando detritos astrais no corpo. Ao compartilhar nossa intimidade, compartilhamos tudo que nos refere, as questões emocionais principalmente como os medos, padrões de comportamento, inseguranças, questões espirituais.

É muito comum a carência afetiva e sexual dispor da facilidade da busca efêmera de preencher esse vazio, a cada troca dilacera cada vez mais o chakra cardíaco e o chakra básico, sem contar que é através do chakra umbilical que se é “roubada” suas energias. Não falamos nem mesmo em caráter do outro, estamos falando das suas questões energéticas e espirituais.

A intimidade que protege o parceiro, é a intimidade da confiança. Construindo elos ficando menos vulnerável aos ataques espirituais e perdas energéticas.

Quanto mais amoroso for a relação, mais amorosa será vida para todos.

 

Gosto de citar Lisa Chese Patterson 

Preste atenção a quem você compartilha sua energia íntima. A intimidade, a este nível se entrelaça sua energia sonora com a energia sonora da outra pessoa. Essas conexões poderosas, independentemente de quão insignificante você acha que eles são, deixe restos espiritual, particularmente dentro das pessoas que não praticam qualquer tipo de limpeza, físico, emocional ou de outra forma. Quanto mais você interagir intimamente com alguém, quanto mais profunda a ligação mais da sua aura está entrelaçada com o seu. Imagine a aura confuso de alguém que dorme com várias pessoas e leva em torno dessas múltiplas energias? O que eles podem não perceber é que os outros podem sentir a energia e que pode repelir energia positiva e atrair energia negativa em sua vida.

“Eu sempre digo, nunca durma com alguém que você não gostaria de ser” – Lisa Chese Patterson 

 

Não deixem de fazer amor, mas prestem atenção em suas energias. Tenha uma vida sexual feliz!

Selma D. Flávio Facilitadora em Constelação Familiar e Terapias Energéticas

 


Leia também – Dicas para limpar as energias


 

 

AS 8 FASES DE UM RELACIONAMENTO DE ALMAS GÊMEAS


Quando você encontra a sua alma gêmea, você sabe. O universo se abre e as coisas começam a conspirar a seu favor. Você começa a testemunhar a intensa aceitação de quem você é através das imagens do outro. Almas gêmeas não têm de ser idênticas em todos os aspectos.

Elas completam o outro nas áreas necessárias. Esta pessoa “vê” a sua essência. Um relacionamento de almas gêmeas é definido pelo verdadeiro reconhecimento do coração e alma. Não há um desejo de corrigir o outro. Não há crítica ou julgamento, quando as pessoas ficam com medo da incompatibilidade.

Aqui estão as 8 etapas de um relacionamento de almas gêmeas:

1.O mito da “pessoa certa” torna-se real

Desde a infância, fomos ensinados que existe uma pessoa que vai encontrar-nos e fazer-nos felizes. Mas, você tem sofrido amores caóticos, não confiáveis, e desafiadores em sua vida. Você acredita que as histórias que ouviu são fictícias e decepcionantes. No momento em que você se encontra sua alma gêmea, toda essa mentalidade e crença desaparece. Você começa a entender e aceitar que “a pessoa certa” esteve procurando por você tão intensamente quanto você a procurou. Você pode não acreditar que isso é real. Mas dê uma chance. E se o fizer, esta pessoa pode ajudá-lo a viver um amor que você acreditou que não existia.

 


2.Você reconhece a razão de sua existência

Quando você começa a aceitar que essa pessoa passou por experiências semelhantes, torna-se claro que tinha que chegar a este ponto em sua vida para aceitar este tipo de relacionamento. Almas gêmeas entram em nossas vidas no momento preciso, em que precisamos aprender algo incrível sobre nós mesmos. Muitas vezes, a alma gêmea entra em sua vida quando você está em outro relacionamento sério. Você pode ser casado, noive, ou lidar com a perda de seu companheiro. Esta pessoa mostra-se com a incrível sabedoria que você precisa ouvir, a fim de seguir em frente.


3.Você se apaixona

Há uma diferença entre amar alguém e realmente se apaixonar por ele. Nós amamos nossos pais, nossos amigos, familiares e outros amantes do passado. Quando você encontra a sua alma gêmea, essas formas de amor não podem medir a intensidade e a paixão por sua outra metade. Você não tem que forçar o amor, ou tentar criar o sentido. Pela primeira vez, o seu coração sabe de algo que sua mente não pode analiticamente juntar. Apaixonar-se é a coisa mais fácil do mundo. Se torna a substância mais natural da união. Almas gêmeas não estão cegas pela realidade, porque são seu próprio mundo. Esta é a fase de puro êxtase, porque você permite que o coração faça o que tem que fazer: amar incondicionalmente.


4.Você começa a ver todos os aspectos de si mesmo

Todo relacionamento ensina algo valioso sobre si mesmo. Uma vez que a paixão inicial começa a se estabilizar e a rotina diária assume o controle, você começa a testemunhar os muitos aspectos de si mesmo. Almas gêmeas não só têm as mesmas disposições mágicas e maravilhosas, mas também espelham as partes escuras de nossas almas. É neste espaço que temos de aprender a curar, perdoar e participar em aceitar todos os aspectos do ser. É sempre fácil viver à luz de toda a bondade, mas somos feitos na dualidade: escuridão vs. luz, bem contra o mal, e assim por diante. Nesses momentos temos de ser maduros para entender que sempre há trabalho de alma a ser feito nesta experiência humana. Esta pessoa irá aumentar todas as facetas de nós mesmos.

5.Você quer fugir

A profundidade e a dimensão deste caso de amor, às vezes é demais para alguém suportar. Você reconhece partes de si mesmo que não está disposto a olhar. As primeiras fases do relacionamento de almas gêmeas muitas vezes parecem uma perseguição. Vocês não param de perseguir um ao outro em círculos. Nestes momentos você começa a ver todas as semelhanças entre si. Medo e ansiedade se tornam os companheiros de julgamento para decisões egoístas. Você está disposto a continuar?


6.Você se rende

Toda essa fuga se torna cansativa. Nesta fase você sabe que as coisas vão precisar de algum ajuste. Você e sua alma gêmea estão dispostos a entrar neste experimento de desafios cósmicos. Vocês reconhecem que há trabalho a ser feito e, juntos, podem conseguir. Depois de afastarem o ego, você sente o amor e o temor se dissolve. É aí que vocês começam a entender o contrato de alma que foi criado muitas vidas atrás. Esta é a fase em que ambos podem encontrar a paz na união.


7.Vocês desafiam um ao outro

Almas gêmeas têm a capacidade proporcionarem sucesso ao outro. Eles incentivam o seu parceiro. Seu gêmeo irá incentivá-lo com um amor incomparável a qualquer outro relacionamento em sua vida. Ele não vai te impedir de seguir o seu propósito. Às vezes, almas gêmeas se separam um pouco durante esta transição, pois ficam focadas em suas próprias vidas. Mas, por amor e respeito mútuo, continuam a correr lado a lado nesta jornada da vida.

 


8.Vocês se tornam um

Uma vez que o ego não está ditando a parceria, os corações se tornam um. Você e sua alma gêmea se tornam uma potência do amor, empatia e compaixão. E, isto é contagioso para todos ao seu redor. Almas gêmeas reconhecem a vibração e frequência um do outro. Elas se tornam uma. A unicidade de sua parceria não é apenas através da morte de crenças egoístas. É no processo de deixar ir que o coração reconhece porque você precisa do outro. Você está aqui para fazer a diferença em suas vidas.

Almas gêmeas são milagrosas em encontrar o outro. Elas aprenderam a seguir sincronicidade, sussurros intuitivos e sabedoria de orientação divina. Ao contrário de companheiros de alma, almas gêmeas têm a capacidade de permanecerem amorosamente, e aumentarem o propósito da alma. Elas são a razão pela qual nós acreditamos em contos de fadas.

______________________

Traduzido pela Equipe de O Segredo – Fonte: PowerOfPositivity

 

 

 

« atrair e seduzir »


Um indivíduo que conheci em adulto foi uma criança não desejada: não lhe foi dado amor nem um mínimo de atenção por parte da mãe, acabando, portanto, por desenvolver um denso corpo de dor ambivalente. Esta ambivalência consistia numa frustração e profunda ânsia pelo amor e atenção da mãe e, ao mesmo tempo, num profundo ódio por ela, por lhe negar aquilo de que ele desesperadamente necessitava.
Em adulto, quase todas as mulheres desencadeavam a carência do seu corpo de dor – uma forma de dor emocional -, e isto manifestava-se como um comportamento compulsivo para «atrair e seduzir» quase todas as mulheres com quem travava conhecimento e, desta forma, obter amor e a atenção feminina pela qual o corpo de dor ansiava. Ele tornou-se um perito na arte da sedução, mas assim que uma relação se tornava íntima ou que as suas investidas eram rejeitadas, a ira do corpo de dor em relação à mãe surgia e sabotava a relação.

Eckhart Tolle (Um Novo Mundo, pág. 149)


 

O Sagrado Feminino e a Sexualidade


Problemas como falta de amor próprio ou de expressão criativa e dores e frustrações nos relacionamentos que foram reprimidos serão manifestados nos órgãos sexuais e também no comportamento na cama – o que explica, por exemplo, porque algumas mulheres sentem dificuldades durante o ato sexual.

A cura e a integração da mulher à energia da sua sexualidade dependerão especialmente do entendimento que ela possui sobre suas simbologias físicas, emocionais, mentais e espirituais. Mesmo que não se dê conta, toda sua experiência sexual e descoberta como mulher ficam registradas em sua mente. Suas crenças serão então reproduzidas na sua vida sexual, mesmo que você não perceba.Mesmo que não se dê conta, toda sua experiência sexual e descoberta como mulher ficam registradas em sua mente. Suas crenças serão então reproduzidas na sua vida sexual, mesmo que você não perceba.

Por exemplo: uma mulher de origem familiar tradicional, com pais repressores, que puniam ou não incentivavam sua expressão sexual, geralmente irá reproduzir comportamentos de autopunição com o sexo, o que pode gerar dificuldade de chegar ao orgasmo, dores na relação, diminuição da libido e fuga do sexo.

Na filosofia do Sagrado Feminino, uma forma de autotratamento para dificuldades sexuais é feita por meio da expressão da criatividade. Ou seja, é através da dança, artesanato, desenho, escrita, maquiagem ou toda forma de autocuidado, que a mulher aprende a manifestar seu lado criativo. O ventre – que está intimamente ligado ao órgão sexual e ao sexo – é uma região que simboliza a criação. Portanto, ele recebe as energias curativas para essas dificuldades por meio da criatividade.

 

Mesmo que não se dê conta, toda sua experiência sexual e descoberta como mulher ficam registradas em sua mente. Suas crenças serão então reproduzidas na sua vida sexual, mesmo que você não perceba.

 

Fonte EntreCulturas


 

 


 

 

 

Não há nada mais erótico do que uma boa conversa


“Não há nada mais erótico do que uma boa conversa.” E isso pode soar estranho, porque estamos saturados de conversas rasas, com pessoas rasas, falando sempre as mesmas coisas, sem o menor interesse e chegando a lugar nenhum.

Mas, uma boa conversa, uma diálogo de verdade, é o que há de mais erótico em uma relação, porque são as palavras que mostram os poros do rosto da vida e isso é muito mais belo e excitante do que enxergar o tempo inteiro maquiagens em rostos que transpiram falsidade.

Uma boa conversa é aquela em que não temos medo de dizer nada. Tudo pode ser dito, colocado na mesa, debatido, rebatido, formulado, reformulado. As palavras são lançadas como o fluxo do nosso pensamento, mostrando o que realmente pensamos sobre as coisas, sem hipocrisia ou fingimento; a nossa bagunça interior representada por palavras que sempre querem dizer alguma coisa, mas nem sempre encontram a organização semântica necessária; mostrando a alma despida e escancarada, pronta para ser tocada.

E porque a alma está escancarada, fala-se sobre tudo, desde os assuntos mais triviais aos mais existencialistas. Conversa-se sobre a preguiça que sentimos ao acordar cedo, a quantidade de açúcar que gostamos no café, sobre música, cinema e política, sobre o pé na bunda mais engraçado que já levamos, o momento de maior constrangimento, o primeiro amor, discute-se a existência de deus, a felicidade, o amor, para que lugar se vai após a morte, sobre o que queremos da vida e o que já estamos de saco cheio.

o

 

As frustrações, os medos, as angústias, as imperfeições, os pecados silenciosos, deixados em oculto. Ou seja, uma boa conversa é aquela em que as almas encostam-se e beijam-se, procurando não separar-se e encontrar pontos que as tornem mais conectadas e apaixonadas.

Por estarmos imersos em relacionamentos tão superficiais, talvez seja difícil acreditar que existam relacionamentos humanos em que a conversa exerce o enlace erótico entre as pessoas, de modo a torná-las insistentemente desejosas por mais do outro. Entretanto, é justamente pela falta de comunicação que estamos carentes de pessoas interessantes, capazes de nos “prender” por horas, como se fossem minutos, tão somente pela troca de palavras que imergem em todos os cantos do nosso ser.

14224836_1092262187507041_5492364003307573336_n

Na maior parte dos relacionamentos, sejam entre amantes, amigos, familiares, etc., o que vai afastando as pessoas e, consequentemente, permitindo desabar a ponte que as une e no seu lugar fazendo emergir barreiras, reside na maneira como lidamos com o mundo que forma o outro. Ou seja, é preciso viajar no mundo deste, comprar a sua loucura, a sua dor, os seus sonhos, para que deixemos de pensar apenas em nós mesmos, para que possamos sair do nosso mundo e interagir com o mundo do outro, e, assim, compreendê-lo.

Sendo assim, a comunicação é imprescindível para que duas almas se mantenham juntas e apaixonadas, já que, quando deixamos de ter interesse no universo que compreende uma alma distinta da nossa, tornamo-la pequena e, então, o outro se fecha para nós, bem como, a paixão se esvai, porque já não existe eroticidade nas palavras, as quais, não raras vezes, deixam, inclusive, de ser ditas.

 

Se há algo de divino no mundo, sem dúvida alguma se manifesta no espaço colocado entre duas almas que anseiam para se tocar e isso só é possível quando permitimos que estas dialoguem com verdade e beleza, pois somente, dessa forma, tem-se a eroticidade necessária para transformar duas almas distintas vagando pelo nada em duas almas conectadas, compartilhando a vida em suas grandiosas imperfeições e nos seus pequenos milagres, já que mesmo depois do gozo do corpo, as palavras sempre permitem a continuidade do gozo na alma.

 

Erick Morais

Fonte ContiOutra


 

Descubra porque os homens seduzem tanto.

 


Um indivíduo que conheci em adulto foi uma criança não desejada: não lhe foi dado amor nem um mínimo de atenção por parte da mãe, acabando, portanto, por desenvolver um denso corpo de dor ambivalente. Esta ambivalência consistia numa frustração e profunda ânsia pelo amor e atenção da mãe e, ao mesmo tempo, num profundo ódio por ela, por lhe negar aquilo de que ele desesperadamente necessitava.
Em adulto, quase todas as mulheres desencadeavam a carência do seu corpo de dor – uma forma de dor emocional -, e isto manifestava-se como um comportamento compulsivo para «atrair e seduzir» quase todas as mulheres com quem travava conhecimento e, desta forma, obter amor e a atenção feminina pela qual o corpo de dor ansiava. Ele tornou-se um perito na arte da sedução, mas assim que uma relação se tornava íntima ou que as suas investidas eram rejeitadas, a ira do corpo de dor em relação à mãe surgia e sabotava a relação.

Eckhart Tolle (Um Novo Mundo, pág. 149)

Esse comportamento também vale as mulheres, quantos pais (pai)  elas procuram dentro de cada homem. Pais amorosos, pais agressivos, pais ausentes?

Aonde você se encaixa?

 


Você quer Constelar seu relacionamento?

Selma Flávio – Terapeuta Sistêmica e Vibracional
11 -97387.3144 WhatsApp