A vida te provoca

O mestre, Bert Hellinger, faleceu em faleceu em 19/09/2019. O alemão que já foi padre, deixou o celibato e tornou-se psicoterapeuta e escritor. Tinha 93 anos, é conhecido mundialmente pela criação do método terapêutico “Constelação Familiar”.

Com tanto conhecimento no comportamento humano, estudioso e apaixonado pela verdade humana, nos deixou esse maravilhoso texto, onde nos leva a refletir e a perguntar, por que ainda vivo em algumas situações de conflitos. Reflita e aproveite essas palavras que podem ser curadoras.

“A vida decepciona-o pra você parar de viver com ilusões e ver a realidade.

A vida destrói todo o supérfluo até que reste somente o importante.

A vida não te deixa em paz, para que deixe de culpar-se e aceite tudo como “É”.

A vida vai retirar o que você tem, até você parar de reclamar e começar agradecer.

A vida envia pessoas conflitantes para te curar, pra você deixar de olhar para fora e começar a refletir o que você é por dentro.

A vida permite que você caia de novo e de novo, até que você decida aprender a lição.

A vida lhe tira do caminho e lhe apresenta encruzilhadas, até que você pare de querer controlar tudo e flua como um rio.

A vida coloca seus inimigos na estrada, até que você pare de “reagir”.

A vida te assusta e assustará quantas vezes for necessário, até que você perca o medo e recupere sua fé.

A vida lhe distancia das pessoas que você ama, até entender que não somos esse corpo, mas a alma que ele contém.

A vida ri de você muitas e muitas vezes, até você parar de levar tudo tão a sério e rir de si mesmo.

A vida quebra você em tantas partes quantas forem necessárias para a luz penetrar em ti.

A vida confronta você com rebeldes, até que você pare de tentar controlar.

A vida repete a mesma mensagem, se for preciso com gritos e tapas, até você finalmente ouvir.

A vida envia raios e tempestades, para acorda-lo.

A vida o humilha e por vezes o derrota de novo e de novo até que você decida deixar seu ego morrer.

A vida lhe nega bens e grandeza até que pare de querer bens e grandeza e comece a servir.

A vida corta suas asas e poda suas raízes, até que não precise de asas nem raízes, mas apenas desapareça nas formas e seu ser voe.

A vida lhe nega milagres, até que entenda que tudo é um milagre.

A vida encurta seu tempo, para você se apressar em aprender a viver. A vida te ridiculariza até você se tornar nada, ninguém, para então torna-se tudo.

A vida não te dá o que você quer, mas o que você precisa para evoluir.

A vida te machuca e te atormenta até que você solte seus caprichos e birras e aprecie a respiração.

A vida te esconde tesouros até que você aprenda a sair para a vida e buscá-los.

A vida te nega Deus, até você vê-lo em todos e em tudo.

A vida te acorda, te poda, te quebra, te desaponta…

Mas creia, isso é para que seu melhor se manifeste… até que só o AMOR permaneça em ti”.

Bert Hellinger

Junte-se a 5.506 outros seguidores

#SejaEstejaSorria #constelaçãofamiliar #SelmaFlavio #berthellinger #comportamento

Continuar lendo A vida te provoca

ORAÇÃO PARA LIBERTAÇÃO DO SISTEMA FAMILIAR

“Eu liberto meus pais do sentimento de que já falharam comigo. Eu liberto meus filhos da necessidade de trazerem orgulho para mim. Que possam escrever seus próprios caminhos de acordo com seus corações, que sussurram o tempo todo em seus ouvidos.

Eu liberto meu parceiro da obrigação de me completar. Não me falta nada, aprendo com todos os seres o tempo todo.

Agradeço aos meus avós e antepassados que se reuniram para que hoje eu respire a vida. Libero-os das falhas do passado e dos desejos que não cumpriram, conscientes de que fizeram o melhor que puderam para resolver suas situações dentro da consciência que tinham naquele momento. Eu os honro,  amo e reconheço inocentes.

Eu me desnudo diante de seus olhos, por isso eles sabem que eu não escondo nem devo nada além de ser fiel a mim mesmo e à minha própria existência, que caminhando com a sabedoria do coração, estou ciente de que cumpro o meu projeto de vida, livre de lealdades familiares invisíveis e visíveis que possam perturbar minha Paz e Felicidade, que são minhas únicas responsabilidades.

Eu renuncio ao papel de salvador, de ser aquele que une ou cumpre as expectativas dos outros. Aprendendo através, e somente através do AMOR, eu abençoo minha essência, minha maneira de expressar, mesmo que alguém possa não me entender.

Eu entendo a mim mesmo, porque só́ eu vivi e experimentei minha história; porque me conheço, sei quem sou, o que eu sinto, o que eu faço e porque faço. Me respeito e me aprovo.

Eu honro a Divindade em mim e em você.

Somos livres.” Essa antiga bênção foi criada em um antigo idioma Nahuatl, falado desde o século VII na região central do México.

#SejaEstejaSorria#ConstelaçãoFamiliar#psicoterapia#antepassados#oração


Junte-se a nós, receba nosso posts e compartilhe!

Junte-se ao Aura Quart, posts destinados a ajudá-lo desenvolver sua autonomia emocional. Vamos nos concentrar no que te leva a crescer e prosperar.

Junte-se a 5.506 outros seguidores

Abuso psicológico – Você pode estar vivendo essa situação sem saber.

Assistindo Maid – Netflix, me identifiquei muitas vezes no papel personagem principal, Alex.  O quão  é complexo enxergar as verdadeiras dificuldades da vida, o quão machuca e drena as energias.

                O gritante e não ouvido, nem percebido muitas vezes, é estar dentro do abuso psicológico, pois não deixa marcas físicas; acreditando que tudo está certo se permite perpetuar na situação. A família não vê, os amigos não percebem nem mesmo você se dá conta do que acontece. Pois, o outro é o cara bacana, – bacana para os outros.

                Quando se percebe já está adoecida, presa numa situação aparente sem saída. Precisa muito mais que força, precisa renascer das cinzas para reconstruir uma identidade.

                A violência psicológica mora dentro de casa, começa muito antes de embarcar num relacionamento, situação que se repetiu em toda sua geração. Todas as “vítimas”” com os olhos velados moldados por uma criação machista de homens adoecidos,  mulheres que sofreram abusos psicológicos e criaram suas filhas da maneira que aprenderam a viver. Aceitando a situação como certo, enlouquecem, num desatino desesperado na esperança de ser amada.

Quantas de vocês acreditam que o bonzinho da história é realmente bonzinho, mas no fundo apenas mais um manipulador, oferecendo tudo, desde que seja do jeito dele. Estar com a alma ferida, sempre as leva para ciladas de relacionamentos. Enquanto não for visto, olhado, ressignificado tudo se repete, se não com os companheiros, com amigos e até mesmo com os chefes do seu trabalho. Alguém vai representar a sua história.

O mundo diz não, você não pode ser feliz, pois foi assim que aprendeu a viver. Precisa ter força e coragem para olhar sua vida e transformá-la. Dói, mas é curador!

“A árvore genealógica, por inércia quererá continuar a manter o curso castrador e tóxico do seu tronco, o que faz a tarefa das nossas “ovelhas negras” um trabalho difícil e conflituoso.”

Bert Hellinger

Selma Flavio – Terapeuta Sistêmica

Quer falar sobre isso?

Continuar lendo Abuso psicológico – Você pode estar vivendo essa situação sem saber.

QUEM QUER APRENDER A FAZER AMOR

Quem quer aprender a fazer amor precisa se esquecer um pouco de sexo. Precisa se esquecer até mesmo do outro. Deve estar em si, antes de tudo. E entender-se com suas raízes selvagens. E deve saber, antes, que o amor rege o mundo. Mesmo quando se esquecem dele. Quem quer aprender a fazer amor deve ser capaz de olhar nos olhos. E no olhar expressar, receber, trocar.

Até tocar


Precisa perceber o quanto as almas podem comungar, ainda que os corpos não se conheçam. Deve, ao lado do seu bem – sim, pra fazer amor tem que querer bem –, abrir espaço para que uma canção de derramada beleza os transporte para reinos de ternura. Precisa conhecer o próprio corpo e ter a bondade de lhe conceder prazer. Precisa investigar o prazer do outro e saber que tudo está muito bem se tiver prazer em lhe provocar prazer. Quem quer aprender a fazer amor também deve ser capaz de se aninhar no corpo do seu par e ficar quietinho. E deve ser livre o suficiente para poder chorar de amor. Nunca pode se considerar mestre. Porque os verdadeiros mestres sabem que são aprendizes sempre. Quem quer aprender a fazer amor tem que ser criança no coração e amar a brincadeira. E tem quer ter tempo, muito tempo, para fazer amor. Porque a cama a gente prepara muito antes de deitar.

– Khalil Gibran

Dificuldades no relacionamento, também tem terapia, entre em contato.

#SejaEstejaSorria #auraquartz #espaçoauraquartz #amor #fazeramor #relacionamento

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail

LEIA MAIS

Continuar lendo QUEM QUER APRENDER A FAZER AMOR

Depois de uma constelação para uma criança autista

Reticência

Participante: Quando antes ouvimos aqueles gritos, foi dito que esta era a saída do autismo. Será que isso significa que a criança poderia ficar boa?

Hellinger: Você tem de ouvir-me atentamente. Eu disse: “Esta é a irrupção do autismo”. Pudemos ver isso aqui. O que realmente aconteceu, eu não sei. Então, se alguém pergunta, tal como você o está a fazer agora, “será que isto vai ajudar realmente?”, o que é que acontece na sua alma? Você está em sintonia com o que está a acontecer ou a sua conexão interior foi interrompida?

Participante: Então, se eu estiver sempre assim, não estou em sintonia?

Hellinger: Exactamente. Mas a questão não o afecta apenas a si, afecta também o sistema do cliente. Tais perguntas curiosas interferem com o movimento da alma. Portanto, é necessária reticência, reticência completa. Sem dúvida que eu teria também prazer em saber se a criança estaria a ficar melhor. Eu tinha isso no meu coração. Contudo, não me atrevo a fazer algo parecido.

Sempre que queremos alcançar um fim específico, quer seja em psicoterapia, quer seja no trabalho social ou em casa – assim que um objectivo específico seja determinado – as coisas correm mal. Correm mal porque nos colocamos no lugar de um movimento superior. Queremos correr na frente, forçar algo. Nesse momento, perdemos o contacto com os poderes maiores. O que nos controla, esta alma maior, tem em mente, inclui, mais coisas. Quando nos confiamos a ela, conseguimos muito mais do que aquilo que tínhamos imaginado.

Em psicoterapia e em casa fazemos a pergunta: o que é aconteceu ali? Porque é que foi deste ou daquele modo? Estas perguntas perturbam os movimentos da alma, enfraquecem. Mas se nos mantivermos somente ali, em consonância com o todo, imediatamente irradia. Nesta posição, um poder maior funciona em segundo plano. Os chineses chamam-lhe “actuar através do não-agir”.

Ao intervir, retiro-me sempre do meio. De repente, quando me retiro desta maneira, uma frase vem ter comigo, ou o próximo passo. Eu sigo-o, mas não sei onde isso vai levar. Então, mais uma vez eu espero um pouco e assim algo se vai desdobrando passo a passo.

A forma como deve encarar isto é: assim como aqui os representantes percebem directamente o que está a acontecer na família, a família imediatamente percebe o que se passa aqui. Assim, as soluções que encontramos aqui alcançam a família também.

Há uma história que se conta em Colónia. Eles lá tinham uns duendes muito úteis, que faziam o trabalho das pessoas durante a noite e faziam-no muito bem, mas só trabalhavam quando não estava ninguém. Um dia uma mulher quis saber exactamente o que eles faziam e esse foi o fim de tudo. Este é um belo exemplo para o que acontece aqui. É exactamente assim.

Esta extrema reticência é sempre cheia de respeito. E esse respeito dá asas a algo na alma. Abre um espaço na alma. Quando surge uma pergunta, a alma contrai-se: “o que é que ele quer agora de mim?” Ninguém se coloca a pergunta “o que é que o sol quer de mim?”, ele brilha somente. Portanto, eu deixo brilhar em mim – sem perguntas.

Bert Hellinger In Help for the Soul in Daily Living, Junho 2011

Deseja conversar a respeito, entre em contato através de nosso formulário e deixe sua duvida.

Prestem atenção a quem você compartilha sua energia íntima


“Prestem atenção a quem você compartilha sua energia íntima. A intimidade, a este nível, entrelaça sua energia com a energia da outra pessoa. Essas conexões poderosas, independentemente de quão insignificante você acha que elas sejam, deixam detritos espirituais, particularmente nas pessoas que não praticam qualquer tipo de limpeza física, emocional ou de outra forma…
Quanto mais você interagir intimamente com alguém, mais profunda será sua ligação e mais suas auras se entrelaçarão. Imagine a aura confusa de alguém que dorme com várias pessoas e absorve estas múltiplas energias?
O que elas podem não perceber é que há energias que conseguem repelir a energia positiva e atrair, assim, energia negativa em sua vida.
Eu sempre digo, nunca dormir com alguém que você não gostaria de ser”.

Lisa Patterson

 

 

*imagem Pixabel

Dia 11 AGOSTO – 2018  – Workshop “Seja Feliz, só para mulheres.”– Uma abordagem sistêmica, onde o reencontro é com você mesma.

Leia mais Quero participar

Informações 11 973873144 – blog@selmaflavio.com.br

 

Você tem depressão?


A pessoa deprimida é em geral aquela que não tomou um dos pais. Alguns se castigam simplesmente através do fracasso, por exemplo, na profissão ou no relacionamento, perdendo ou não conseguindo emprego, perdendo o seu parceiro ou muito dinheiro.
 
A base do desenvolvimento saudável é reverenciar os pais, respeitar aquilo que significam e tocar a vida em frente. Não importa como são os seus pais. Aquele que ousa desprezar os pais vai repetir em sua própria vida o que ele despreza. Pois é exatamente através do desprezo que ele se torna igual aos pais. (Compulsão de repetir o padrão).
 
A pessoa que respeita os pais e os toma sem reserva, toma tudo que eles têm de bom – isso fluí para dentro dela. O estranho é que aquele que toma os pais dessa forma não é afetado pelas fraquezas ou pelo destino adverso dos pais. Quando uma pessoa rejeita os pais, mais vai imitá-los. Rejeita-se o pai, por exemplo, porque é alcoólatra ou a mãe porque tem um filho ilegítimo, então a atenção se volta para a pessoa rejeitada. Nesse caso, o que os pais deram de bom não pode ser reconhecido e tomado e essa rejeição acaba afetando outras áreas da vida.
 
A pessoa não consegue tomar o que recebeu por fazer exigências que é uma forma de rejeitar os pais. Quando alguém quer impor aos pais a maneira com devem ser ou o que deveriam fazer por ele, impede a si mesmo de tomar o que é essencial.
 

Bert Hellinger – Constelação Familiar

*imagem Pixabel

Você tem um  na família que sofre com a depressão, ou  você mesmo pode estar passando por esse momento.  A constelação Familiar vem para contribuir com a cura desse sofrimento. Entre em contato e peça informações, nós retornaremos a ligação.