Veja o que a Marta falou sobre sua labirintite

Essa pratica milenar, faz verdadeiro milagre,

Essa pratica milenar, faz verdadeiro milagre, imagine sem dor de ouvido, sua zonzeira, dores cabeça e os excesso de barulhos e zumbidos .

O uso do Cone Hindu – pratica milenar – é indicado para tratar os ouvidos, como dores dos ouvidos, otites excesso de barulhos e zumbidos.
Pode ser aplicado em crianças, idosos e adultos, sem efeito colateral.
A prática terapêutica do Cone Hindu aqui apresentada é vista como uma terapia complementar ao tratamento médico adequado, acelerando o processo de melhora.

Informações pelo telefone (11) 9.7387.3144 (whatsApp) – Selma 
Local: VILA PRUDENTE – próximo ao metrô

 

cone-chins-cone-hindu-7246-MLB5183456958_102013-O

O Cone Hindu, conhecido também como Cone Chinês, é uma terapia que tem como principal objetivo a desobstrução dos canais energéticos , desobstrução do ouvido, nariz e garganta.

Trata-se de uma técnica popular passada de geração a geração. Utilizada há mais de três mil anos pelos hindus para limpar os ouvidos e canais respiratórios e pelas elites religiosas das grandes civilizações, como sacerdotes maias e monges tibetanos para obter centralização, alinhamento e harmonização de pensamentos, sentimentos, emoções e todos os demais aspectos que, quando em equilíbrio favorecem a conexão com a divindade, a comunicação com as esferas superiores.

Como são produzidos?

Os cones são produzidos com cera de abelha, puro algodão .

 

 

Contraindicações:

Processos cirúrgicos recentes.

Indicações para a utilização do Cone Hindu:

  • Alinhamento dos Chakras.
  • Alergias respiratórias.
  • Ansiedade, estresse, nervosismo.
  • Dores de cabeça e enxaquecas.
  • Eliminação de energia intrusa.
  • Estados de gripais.
  • Excesso de cerúmen.
  • Excesso de energia em pontos específicos.
  • Excesso de mucosidade (ouvido, nariz e garganta).
  • Falta de centralização energética, física e espiritual.
  • Insônia.
  • Labirintopatia.
  • Otalgias.
  • Perda de audição por bloqueio de secreções.
  • Redução olfativa.
  • Síndrome de Meniére.
  • Sinusite aguda ou crônica.
  • Tensão nervosa.
  • Tonturas sem causas definidas.
  • Zumbidos e vertigens.

 A terapia também pode ter efeito semelhante a uma sessão de massagem.

Benefícios Terapêuticos do Cone Hindu:

  • Acalma o sistema nervoso.
  • Ativa a  circulação nos ouvidos.
  • Aumento da atenção, da percepção e da intuição.
  • Auxilia no redirecionamento da vida.
  • Cessa os sintomas físicos causados pelos desequilíbrios energéticos.
  • Desintoxica os sinus.
  • Desobstrui o ouvido, nariz e garganta.
  • Desobstrui o sistema linfático.
  • Eleva o padrão vibratório.
  • Estimula o SNC proporcionando clareza na audição e na visão, melhorando o paladar e o olfato.
  • Facilita o desenvolvimento mediúnico.
  • Fortalece o sistema imunológico.
  • Realinha os chakras.
  • Promove a centralização energética, emocional e espiritual.
  • Purifica a energia.
  • Traz clareza aos pensamentos.

Outros benefícios: 

  • Elimina as dores musculares.
  • Tratamento eficaz   das dores da ciática.
  • Alivio em dores de desgastes ósseos.
  • Tratamento para alergias respiratórias.
  • Relaxamento muscular.
  • Elimina dores nas costas e coluna.

 

Confira os depoimentos:-

 

        Tamires Laurindo 

Quando resolvi fazer a técnica do cone chines a principio foi devido ao acúmulo de cera no ouvido, mas após a realização, toda a dor de ouvido que eu tinha desapareceu e em uma única vez de aplicação. Durante o tratamento foi bastante relaxante, promovendo uma sensação de bem estar prolongada, quando o processo foi realizado no outro ouvido foi que consegui sentir plenamente que meus ouvidos estavam limpos. Não ouve dor na aplicação nem desconforto, apenas sensações prazerosas e relaxantes. Super recomendo!

Leia mais

 

Cintia Lourenço — Nossa, sem palavras…Fiz ontem, o relaxamento é instantâneo. Não estou sentindo mais o incomodo e zumbido que estava sentindo, sem dizer o relaxamen…

Marta Nascimento — Ontem passei por uma sessão, e é maravilhoso! Estava com uma coceira que estava me irritando demais, e a audicao estava diminuida, já tinha até marca…

Teofilo Rodrigues — Por já ter utilizado com sucesso, recomendo o tratamento com esta medicina natural que é milenar. Aproveite o preço que a Terapeuta esta oferecendo co…

AGENDE VOCÊ TAMBÉM!
11.9.7387.3144  whatsApp

Ansiedade E Zumbido No Ouvido


Muitas causas de zumbido no ouvido pode ser ansiedade.

 

O zumbido no ouvido é um sintoma comum causado por uma variedade de enfermidades.

Algumas pessoas têm zumbido no ouvido por causa de uma gripe, outras depois de sair de ambientes barulhentos, como shows e clubes noturnos, e outras pessoas desenvolve o zumbido no ouvido sem nenhuma razão aparente.

O zumbido ou zunido no ouvido é uma situação incomum causada por um grande número de fatores diferentes, mas a maioria dos fatores não são graves.

Cerca de 40 milhões de pessoas só no Brasil já tiveram que lidar com o zumbido no ouvido em algum ponto de suas vidas, e cerca de 10 milhões dessas pessoas tiveram um zumbido no ouvido tão forte que foram obrigadas a procurar ajuda médica.

Muitas pessoas parecem ter esse zumbido no ouvido durante períodos de ansiedade extrema. Mas geralmente isso não parece fazer sentido. Qual é a relação entre ansiedade e zumbido no ouvido?

Causas Do Zumbido No Ouvido

Se o seu zumbido no ouvido está aumentando e ficando insuportável, procure um médico. A ansiedade raramente causa um zumbido no ouvido persistente que persiste por muito tempo. De certa forma a ansiedade pode contribuir para o zumbido no ouvido crônico, o que nós vamos explicar daqui a pouco, mas procurar ajuda médica pode ajudar.

 

Porém, é importante descartar a ansiedade como causa.

A realidade é que os médicos ainda não tem certeza absoluta sobre o que causa do zumbido no ouvido.

Existem diferentes teorias que envolvem a ativação dos folículos dentro do ouvido que causam o barulho, incluindo a forma como eles foram danificados e o fluxo sanguíneo recebido do cérebro.

O zumbido no ouvido é especialmente comum em pessoas mais velhas e pessoas que tiveram perda de audição, apesar de que, infecções no ouvido, efeitos colaterais de medicamentos e alguns problemas neurológicos raros podem contribuir para o zumbido no ouvido também.

Como Que A Ansiedade Causa Zumbido No Ouvido

Médicos e especialistas estão cientes de que a ansiedade e o estresse estão associados ao zumbido no ouvido, mas esta relação é complicada pelo fato de que muitas pessoas podem desenvolver zumbido no ouvido sem nenhuma razão aparente.

Geralmente, a maioria dos casos de zumbido no ouvido causado pela ansiedade é temporário. O zumbido tende a acontecer no pico do ataque de pânico ou ataque de ansiedade e diminuir lentamente conforme o ataque de ansiedade também diminui.

Isso leva muitas pessoas a acreditarem que o zumbido no ouvido pode ser causado por algum tipo de problema na pressão sanguínea ou pressão da cabeça. Algumas pessoas sentem o ouvido cheio durante um ataque de ansiedade, o que de fato indica que alguma coisa mudou dentro do ouvido.

Existem outras teorias relacionadas também, e todas elas podem ter uma parcela de culpa se você está sofrendo de zumbido no ouvido como sintoma da ansiedade:

Hipersensibilidade

Ansiedade causa duas coisas muito problemáticas que podem levar ao zumbido no ouvido subjetivo. O primeiro é que a ansiedade pode causar um problema conhecido como “hipersensibilidade”, que é quando você fica extremamente atento (hiper atento) em cada dor, sentimento ou sensação do seu corpo.

Isso é um problema comum em quem sofre de ataques de ansiedade e pode afetar qualquer pessoa com ansiedade.

O segundo problema é que a ansiedade pode impedir você de ignorar alguma coisa que está causando estresse em você.

Combinando os dois problemas, é possível que você tenha um zumbido no ouvido leve, quase imperceptível, mas sua ansiedade deixou você sensível demais à esse zumbido e você não consegue ignorar o zumbido por causa da ansiedade.

Muitos pesquisadores afirmam que boa parte das pessoas convivendo com zumbido no ouvido nem sabem e nem ouvem o zumbido, porque ele não é alto o suficiente e o corpo acaba se ajustando para ignorá-lo.

Agora quem sofre ou está sofrendo de ansiedade elevada pode encontrar dificuldade para se ajustar à esse zumbido.

Zumbido No Ouvido Pré Existente

Um problema muito comum ocorre se você já tinha zumbido no ouvido e conseguiu ignorá-lo. Pesquisas recentes descobriram que o estresse é um causador do zumbido no ouvido, e pode deixar o zumbido mais barulhento do que era antes.

Como ou porque ainda não é claro. É provável que a ansiedade e adrenalina causam uma mudança na pressão sanguínea que acabam estimulando ainda mais o que está causando seu zumbido no ouvido.

Independentemente da causa, isso pode deixar o zumbido tão alto ao ponto da pessoa achar insuportável.

O Zumbido No Ouvido Também Pode Criar Ansiedade

Estas são simplesmente duas das teorias adicionais. Muitos pesquisadores e médicos concordam que a ansiedade sozinha pode causar zumbido no ouvido, mas ninguém ainda encontrou uma ligação entre os dois problemas.

É altamente provável ser uma combinação de diferentes fatores. Por exemplo, a ansiedade é conhecida por colocar o corpo em estado de “alerta total” porque ele sente alguma ameaça real. Isso pode afetar a audição, e quando isso acontece, um ouvido levemente danificado pode reagir com um zumbido. Existem inúmeros possíveis fatores envolvidos.

 

O que é interessante, porém, é que muitas pessoas relatam que seus zumbidos no ouvido causam bastante ansiedade.

O zumbido no ouvido persistente impede a pessoa de viver normalmente, e em alguns casos podem influenciar na qualidade do sono. Isso acumula estresse, e se você já tem ansiedade alta na sua vida, o zumbido vai piorar ainda mais sua ansiedade.

Como Reduzir O Zumbido No Ouvido E A Ansiedade

Algumas pessoas descobriram que existe um pequeno truque para reduzir o zumbido no ouvido. Usando seus polegares e dedos indicadores, massageie seus ouvidos gentilmente.

Faça isso no ouvido, na orelha e em volta, para aumentar o fluxo sanguíneo nos sensores internos do ouvido. Para muitas pessoas, só isso já alivia parcialmente ou completamente o som do zumbido.

Porém, como o zumbido no ouvido pode ser causado por um número diferente de problemas, a melhor coisa a fazer é procurar um médico. Veja com seu médico alguma recomendação de tratamento baseada no que você acredita ser a causa do seu zumbido no ouvido.

Assumindo que seu zumbido no ouvido é causado pela ansiedade, a melhor coisa a fazer é aprender a controlar sua ansiedade, mantendo ela em níveis normais ou até mesmo eliminando completamente para evitar o desenvolvimento de problemas mais sérios.

E quanto mais você controlar sua ansiedade, menor a probabilidade de estimular os nervos que causam zumbido.

 fonte ansiedadepanico

*imagem Google

Conheça tratamento natural 


Quais são os tipos de rinite?


Rinite é uma irritação que causa a inflamação da membrana mucosa no interior do nariz, que pode ser desencadeada por diversos motivos.

1) Quais são os tipos de rinite?

Existem dois tipos de renite, a alérgica e a não alérgica:

1) Rinite alérgica – nas pessoas que possuem rinite alérgica, o sistema imunológico detecta uma substância inofensiva como um intruso, ela se chama alérgeno. O sistema imunológico reage ao alérgeno através da liberação de histamina e mediadores químicos que normalmente causam sintomas no nariz, olhos, garganta, ouvido, pele e céu da boca.

Além do alérgeno, os sintomas podem ocorrer através de substâncias irritantes como fumaça e forte odores, também por mudanças de temperatura e umidade do ar.

A rinite alérgica sazonal, também conhecida como febre do feno, é normalmente causada pelo pólen do ar durante diferentes épocas do ano. Muitas das pessoas com este tipo de rinite são propensas a conjuntivite alérgica.

2) Rinite não alérgica – uma em cada três pessoas com rinite, não tem alergias. Rinite não alérgica normalmente atinge adultos causando sintomas durante o ano inteiro, escorrendo o nariz e principalmente congestão nasal. Diferente da rinite alérgica, porque o sistema imunológico não está envolvido.

 

Conheça Tratamento Natural Eficaz clicando aqui

 

 

2) Quais são os sintomas da rinite?

 

 

Os principais sintomas são:

  • Coceira no nariz, céu da boca, garganta e olhos
  • Espirros
  • Nariz entupido (congestão nasal)
  • Nariz escorrendo
  • Olhos lacrimejando
  • Olheiras

3) Como tratar?

Um especialista em alergias pode identificar o que está provocando a alergia e também determinar se seus sintomas são de rinite não alérgica. Irá ver seu histórico completo de saúde e fazer testes de alergia, que podem ser cutâneos e exames de sangue são os métodos mais utilizados para determinar as causas deste problema.

O tratamento depende do grau do sintomas. Geralmente, o tratamento foca em aliviar os sintomas, como espirros, nariz entupido e escorrimento do nariz.

 

Conheça Tratamento Natural Eficaz clicando aqui

 

Além destes principais outros tratamentos são:
  • Use medicamentos prescritos por especialista.
  • Limpar regularmente as passagens nasais com uma solução de água salgada, também conhecidas como ducha nasal ou irrigação.
  • Evitar passear pelo campo ou deixar janelas abertas na Primavera
  • Manter a casa limpa, evitar o acúmulo de pó em objetos
  • Eliminar a umidade
  • Evitar animais de estimação

4) Tratamentos caseiros

 

Veja abaixo alguns possíveis tratamentos para fazer em casa:

  • Higiene das narinas regularmente ao longo do dia com solução salina e soro fisiológico
  • Tomar suco de abacaxi com maçã e mel duas vezes por dia
  • Banho de vapor e sal toda noite antes de dormir
  • Tomar chá de eucalipto

 

Fonte aaaai.org

 


*Imagens cortesia Pixabel

 

Os cuidados com as vias respiratórias


Os cuidados com as vias respiratórias

CONE HINDU
O uso do Cone Hindu – pratica milenar – é indicado para tratar os ouvidos, como dores dos ouvidos, otites excesso de barulhos e zumbidos. Rinites, sinusites – as vias respiratórias em geral
Os espaçamentos das crises alérgicas vão aumentando, até o desaparecimento total – 90% dos casos com resultados esperados. Extremamente eficaz nos tratamento de labirintite.
Extremamente recomendado para aliviar o stress.
Pode ser aplicado em crianças, idosos e adultos, sem efeito colateral.
A prática terapêutica do Cone Hindu aqui apresentada é vista como uma terapia complementar ao tratamento médico adequado, acelerando o processo de melhora.
Informações pelo telefone (11) 9.7387.3144 (whatsApp) – Selma
Local: VILA PRUDENTE – próximo ao metrô
O Cone Hindu, conhecido também como Cone Chinês, é uma terapia que tem como principal objetivo a desobstrução dos canais energéticos , desobstrução do ouvido, nariz e garganta.
Indicações para a utilização do Cone Hindu:
  • Alinhamento dos Chakras.
  • Alergias respiratórias.
  • Ansiedade, estresse, nervosismo.
  • Dores de cabeça e enxaquecas.
  • Eliminação de energia intrusa.
  • Estados de gripais.
  • Excesso de cerúmen.
  • Excesso de energia em pontos específicos.
  • Excesso de mucosidade (ouvido, nariz e garganta).
  • Falta de centralização energética, física e espiritual.
  • Insônia.
  • Perda de audição por bloqueio de secreções.
  • Redução olfativa.
  • Síndrome de Meniére.
  • Sinusite aguda ou crônica.
  • Tensão nervosa.
  • Tonturas sem causas definidas.
  • Zumbidos e vertigens.
Benefícios Terapêuticos do Cone Hindu:

 

  • Acalma o sistema nervoso.
  • Ativa a  circulação nos ouvidos.
  • Aumento da atenção, da percepção e da intuição.
  • Auxilia no redirecionamento da vida.
  • Cessa os sintomas físicos causados pelos desequilíbrios energéticos.
  • Desintoxica os sinus.
  • Desobstrui o ouvido, nariz e garganta.
  • Desobstrui o sistema linfático.
  • Eleva o padrão vibratório.
  • Estimula o SNC proporcionando clareza na audição e na visão, melhorando o paladar e o olfato.
  • Facilita o desenvolvimento mediúnico.
  • Fortalece o sistema imunológico.
  • Realinha os chakras.
  • Promove a centralização energética, emocional e espiritual.
  • Purifica a energia.
  • Traz clareza aos pensamentos.
Outros benefícios: 

 

  • Elimina as dores musculares.
  • Tratamento eficaz das dores da ciática.
  • Alivio em dores de desgastes ósseos.
  • Tratamento para alergias respiratórias.
  • Relaxamento muscular.
  • Elimina dores nas costas e coluna.
Contraindicações:
Processos cirúrgicos recentes.
 

 

 

facebook twitter email
 Acompanhem:

 

 

Tratando a Rinite e a Labirintite


Essa pratica milenar, faz verdadeiro milagre, imagine sua dor de ouvido, sua zonzeira, dores cabeça e os excesso de barulhos e zumbidos , sumirem. Temos 90% dos casos de desaparecimento total.

O uso do Cone Hindu – pratica milenar – é indicado para tratar os ouvidos, como dores dos ouvidos, otites excesso de barulhos e zumbidos.
Pode ser aplicado em crianças, idosos e adultos, sem efeito colateral.
A prática terapêutica do Cone Hindu aqui apresentada é vista como uma terapia complementar ao tratamento médico adequado, acelerando o processo de melhora.

Informações pelo telefone (11) 9.7387.3144 (whatsApp) – Selma 
Local: VILA PRUDENTE – próximo ao metrô

Assista o vídeo e veja como é possível.

 

 

cone-chins-cone-hindu-7246-MLB5183456958_102013-O

O Cone Hindu, conhecido também como Cone Chinês, é uma terapia que tem como principal objetivo a desobstrução dos canais energéticos , desobstrução do ouvido, nariz e garganta.

Trata-se de uma técnica popular passada de geração a geração. Utilizada há mais de três mil anos pelos hindus para limpar os ouvidos e canais respiratórios e pelas elites religiosas das grandes civilizações, como sacerdotes maias e monges tibetanos para obter centralização, alinhamento e harmonização de pensamentos, sentimentos, emoções e todos os demais aspectos que, quando em equilíbrio favorecem a conexão com a divindade, a comunicação com as esferas superiores.

Como são produzidos?

Os cones são produzidos com cera de abelha, puro algodão .

Contraindicações:

Processos cirúrgicos recentes.

Indicações para a utilização do Cone Hindu:

  • Alinhamento dos Chakras.
  • Alergias respiratórias.
  • Ansiedade, estresse, nervosismo.
  • Dores de cabeça e enxaquecas.
  • Eliminação de energia intrusa.
  • Estados de gripais.
  • Excesso de cerúmen.
  • Excesso de energia em pontos específicos.
  • Excesso de mucosidade (ouvido, nariz e garganta).
  • Falta de centralização energética, física e espiritual.
  • Insônia.
  • Labirintopatia.
  • Otalgias.
  • Perda de audição por bloqueio de secreções.
  • Redução olfativa.
  • Síndrome de Meniére.
  • Sinusite aguda ou crônica.
  • Tensão nervosa.
  • Tonturas sem causas definidas.
  • Zumbidos e vertigens.

 A terapia também pode ter efeito semelhante a uma sessão de massagem.

Benefícios Terapêuticos do Cone Hindu:

  • Acalma o sistema nervoso.
  • Ativa a  circulação nos ouvidos.
  • Aumento da atenção, da percepção e da intuição.
  • Auxilia no redirecionamento da vida.
  • Cessa os sintomas físicos causados pelos desequilíbrios energéticos.
  • Desintoxica os sinus.
  • Desobstrui o ouvido, nariz e garganta.
  • Desobstrui o sistema linfático.
  • Eleva o padrão vibratório.
  • Estimula o SNC proporcionando clareza na audição e na visão, melhorando o paladar e o olfato.
  • Facilita o desenvolvimento mediúnico.
  • Fortalece o sistema imunológico.
  • Realinha os chakras.
  • Promove a centralização energética, emocional e espiritual.
  • Purifica a energia.
  • Traz clareza aos pensamentos.

Outros benefícios: 

  • Elimina as dores musculares.
  • Tratamento eficaz   das dores da ciática.
  • Alivio em dores de desgastes ósseos.
  • Tratamento para alergias respiratórias.
  • Relaxamento muscular.
  • Elimina dores nas costas e coluna.

 

Confira os depoimentos:-

 

        Tamires Laurindo 

Quando resolvi fazer a técnica do cone chines a principio foi devido ao acúmulo de cera no ouvido, mas após a realização, toda a dor de ouvido que eu tinha desapareceu e em uma única vez de aplicação. Durante o tratamento foi bastante relaxante, promovendo uma sensação de bem estar prolongada, quando o processo foi realizado no outro ouvido foi que consegui sentir plenamente que meus ouvidos estavam limpos. Não ouve dor na aplicação nem desconforto, apenas sensações prazerosas e relaxantes. Super recomendo!

Leia mais

Cintia Lourenço — Nossa, sem palavras…Fiz ontem, o relaxamento é instantâneo. Não estou sentindo mais o incomodo e zumbido que estava sentindo, sem dizer o relaxamen…

Marta Nascimento — Ontem passei por uma sessão, e é maravilhoso! Estava com uma coceira que estava me irritando demais, e a audicao estava diminuida, já tinha até marca…

Teofilo Rodrigues — Por já ter utilizado com sucesso, recomendo o tratamento com esta medicina natural que é milenar. Aproveite o preço que a Terapeuta esta oferecendo co…

AGENDE VOCÊ TAMBÉM!
11.9.7387.3144  whatsApp

Tratando a Rinite e a Labirintite


 


Essa pratica milenar, faz verdadeiro milagre, imagine sua dor de ouvido, sua zonzeira, dores cabeça e os excesso de barulhos e zumbidos , sumirem. Temos 90% dos casos de desaparecimento total.

O uso do Cone Hindu – pratica milenar – é indicado para tratar os ouvidos, como dores dos ouvidos, otites excesso de barulhos e zumbidos.
Pode ser aplicado em crianças, idosos e adultos, sem efeito colateral.
A prática terapêutica do Cone Hindu aqui apresentada é vista como uma terapia complementar ao tratamento médico adequado, acelerando o processo de melhora.

Informações pelo telefone (11) 9.7387.3144 (whatsApp) – Selma
Local: VILA PRUDENTE – próximo ao metrô

Assista o vídeo e veja como é possível.

 

 

cone-chins-cone-hindu-7246-MLB5183456958_102013-O

O Cone Hindu, conhecido também como Cone Chinês, é uma terapia que tem como principal objetivo a desobstrução dos canais energéticos , desobstrução do ouvido, nariz e garganta.

Trata-se de uma técnica popular passada de geração a geração. Utilizada há mais de três mil anos pelos hindus para limpar os ouvidos e canais respiratórios e pelas elites religiosas das grandes civilizações, como sacerdotes maias e monges tibetanos para obter centralização, alinhamento e harmonização de pensamentos, sentimentos, emoções e todos os demais aspectos que, quando em equilíbrio favorecem a conexão com a divindade, a comunicação com as esferas superiores.

Como são produzidos?

Os cones são produzidos com cera de abelha, puro algodão .

Contraindicações:

Processos cirúrgicos recentes.

Indicações para a utilização do Cone Hindu:

  • Alinhamento dos Chakras.
  • Alergias respiratórias.
  • Ansiedade, estresse, nervosismo.
  • Dores de cabeça e enxaquecas.
  • Eliminação de energia intrusa.
  • Estados de gripais.
  • Excesso de cerúmen.
  • Excesso de energia em pontos específicos.
  • Excesso de mucosidade (ouvido, nariz e garganta).
  • Falta de centralização energética, física e espiritual.
  • Insônia.
  • Labirintopatia.
  • Otalgias.
  • Perda de audição por bloqueio de secreções.
  • Redução olfativa.
  • Síndrome de Meniére.
  • Sinusite aguda ou crônica.
  • Tensão nervosa.
  • Tonturas sem causas definidas.
  • Zumbidos e vertigens.

 A terapia também pode ter efeito semelhante a uma sessão de massagem.

Benefícios Terapêuticos do Cone Hindu:

  • Acalma o sistema nervoso.
  • Ativa a  circulação nos ouvidos.
  • Aumento da atenção, da percepção e da intuição.
  • Auxilia no redirecionamento da vida.
  • Cessa os sintomas físicos causados pelos desequilíbrios energéticos.
  • Desintoxica os sinus.
  • Desobstrui o ouvido, nariz e garganta.
  • Desobstrui o sistema linfático.
  • Eleva o padrão vibratório.
  • Estimula o SNC proporcionando clareza na audição e na visão, melhorando o paladar e o olfato.
  • Facilita o desenvolvimento mediúnico.
  • Fortalece o sistema imunológico.
  • Realinha os chakras.
  • Promove a centralização energética, emocional e espiritual.
  • Purifica a energia.
  • Traz clareza aos pensamentos.

Outros benefícios: 

  • Elimina as dores musculares.
  • Tratamento eficaz   das dores da ciática.
  • Alivio em dores de desgastes ósseos.
  • Tratamento para alergias respiratórias.
  • Relaxamento muscular.
  • Elimina dores nas costas e coluna.

 

Confira os depoimentos:-

 

        Tamires Laurindo 

Quando resolvi fazer a técnica do cone chines a principio foi devido ao acúmulo de cera no ouvido, mas após a realização, toda a dor de ouvido que eu tinha desapareceu e em uma única vez de aplicação. Durante o tratamento foi bastante relaxante, promovendo uma sensação de bem estar prolongada, quando o processo foi realizado no outro ouvido foi que consegui sentir plenamente que meus ouvidos estavam limpos. Não ouve dor na aplicação nem desconforto, apenas sensações prazerosas e relaxantes. Super recomendo!

Leia mais

Cintia Lourenço Nossa, sem palavras…Fiz ontem, o relaxamento é instantâneo. Não estou sentindo mais o incomodo e zumbido que estava sentindo, sem dizer o relaxamen…

Marta NascimentoOntem passei por uma sessão, e é maravilhoso! Estava com uma coceira que estava me irritando demais, e a audicao estava diminuida, já tinha até marca…

Teofilo RodriguesPor já ter utilizado com sucesso, recomendo o tratamento com esta medicina natural que é milenar. Aproveite o preço que a Terapeuta esta oferecendo co…

AGENDE VOCÊ TAMBÉM!
11.9.7387.3144  whatsApp

Mais cuidado com a postura em sala de aula


Sentar, levantar, gesticular, ficar horas em pé, escrever no quadro, corrigir provas, carregar livros pesados. Essas ações fazem parte do dia a dia dos professores. Segundo o escritor e psiquiatra Augusto Cury, educar é semear com sabedoria e colher com paciência, e esta sabedoria também deve estar ligada à saúde do professor. De nada adianta passar horas estudando e preparando aulas se a máquina que irá executar as atividades estiver com defeito. A professora e fisioterapeuta Fernanda Oaigen, de Florianópolis (SC), afirma que os docentes devem ter a consciência de que o corpo é seu instrumento de trabalho e que, por isso, necessita de cuidados.

A vice-diretora do Colégio Marista Santa Maria, de Santa Maria (RS), Andréa Oliveira Vieira, concorda com a fisioterapeuta e vê essa realidade na instituição em que trabalha. A escola é composta por 80 professores e 1,2 mil alunos, atendendo desde a educação infantil até o ensino médio. “Os professores trabalham em muitos lugares e acabam não tendo tempo para fazer atividade física. Percebo que eles não têm nem a cultura do cuidado com a saúde, [pois] utilizam o seu corpo mais do que podem e não fazem o que devem para prevenir as doenças”, explica.

Andréa conta que ela mesma já passou por isso quando atuava em sala de aula: foi diagnosticada com L.E.R (Lesão por Esforço Repetitivo) no punho, por carregar cadernos muito pesados todos os dias e escrever no quadro. “Tive que recorrer ao fisioterapeuta e fizemos um tratamento de oito meses. Fiquei curada, mas mudei meus hábitos. Passei a fazer frequentemente caminhadas e musculação.”

Ao identificar essa problemática e ver inúmeras reclamações sobre dores nas costas, o Colégio Marista Santa Maria realizou trabalhos preventivos, incluindo algumas atividades laborais com os professores. “Foi ensinado o que pode ser feito no começo, meio e fim das aulas para relaxar o músculo. Neste ano, em especial, estamos trabalhando com a temática ‘Saúde do Professor’, fazendo com que eles reflitam sobre projetos pessoais, profissionais e sobre a saúde do corpo”, afirma Andréa.

A gestora também lembra que, nos dias atuais, a exigência com os professores é muito grande. “Não basta mais só ter conhecimento do assunto. Ele [o educador] tem que pesquisar e trazer novidades aos alunos. Com esse bombardeio de informações que temos, a atualização do professor é primordial para ele se manter no mercado. Mas, com isso, não sobra tempo para cuidar da saúde e, então, vem a nossa parte em fazer com que eles entendam a importância de se cuidarem. Isso é um desafio, pois é preciso uma mudança mental dos professores”, comenta a vice-diretora.

Segundo Andréa, o maior índice de problemas posturais está em professores de séries iniciais, que precisam se agachar muito para atender aos alunos e muitas vezes pegá-los no colo. A fisioterapeuta Fernanda lembra de um caso próximo a ela: “A mãe de uma amiga era professora de educação infantil, e por ter que carregar as crianças no colo e sentar ‘de índio’ para as brincadeiras teve sérios problemas nas articulações e recorreu a tratamentos fisioterápicos.”

Fernanda afirma que os problemas posturais mais comuns que acometem os professores são as dores na região lombar, na coluna cervical, no ombro, no punho e no cotovelo. “As dores lombares e cervicais são sofridas em função de ficar muito tempo em pé, numa mesma posição. Já ombro, punho e cotovelo ficam por conta de escrever na lousa com a postura errada. Normalmente, a má postura tensiona a cervical, podendo originar essas patologias nos membros superiores”, explica.

Como prevenir?  

A fisioterapeuta afirma que é essencial ao educador fazer um trabalho de consciência postural, adotando atividades físicas como yoga, pilates, Reeducação Postural Global (RPG), musculação e caminhadas. “São diversas opções de atividades físicas que temos hoje em dia, e todas auxiliam na consciência corporal e postural. O professor deve tirar um momento do seu dia para cuidar do seu corpo e no intervalo das aulas é fundamental fazer alongamentos, principalmente na [região] lombar, nos membros posteriores e superiores”, comenta.

Fernanda é professora em uma escola técnica de Florianópolis (SC). Faz um mês que ela está em sala de aula e já sente dores na região lombar. “Dou quatro horas de aula e procuro me alongar no intervalo. Outra coisa importante é utilizar sapatos confortáveis. Normalmente, opto pelo tênis. Evito salto alto, pois eles tensionam a [região] lombar, e as rasteiras, que, por não terem salto nenhum, não amortecem o impacto na coluna. É importante o sapato ter um pouquinho de salto para fazer este amortecimento, sem prejudicar a coluna”, explica.

A seguir, acompanhe os principais cuidados que podem ser realizados durante a aula, elencados pela fisioterapeuta Fernanda Oaigen.

Na lousa

Ao escrever na lousa, é importante que a altura da mão não passe do ombro; o braço deve sempre permanecer em uma curvatura de 90º. Se esse limite for excedido, o ombro estará sofrendo um impacto que não é bom para seu melhor funcionamento, ocasionando problemas como bursites, tendinites, síndrome do impacto do ombro, entre outros. “Os movimentos repetitivos por si só já se encarregam de sobrecarregar vários músculos e tensionar a [coluna] cervical. Se executados com uma postura errada, prejudicarão ainda mais os membros superiores, neste caso”, conta a fisioterapeuta.

Em pé

É muito importante saber usar a postura a favor do corpo. O abdômen protege a região lombar. Portanto, enquanto estiver em pé, o abdômen deve estar contraído, pois dessa forma a região fica encaixada perfeitamente. “Quando os pacientes chegam até mim, a maioria não tem esta consciência, e então trabalhamos para que ele passe a contrair o abdômen quanto estiver em pé. O pilates é uma das atividades que ajuda muito nesse caso”, lembra Fernanda.

Outro problema é sobrecarregar o corpo em um membro só. Deve-se parar reto, com os dois pés segurando o corpo, pois ao pender para um lado apenas, prejudica-se o joelho e as articulações daquela perna que está sobrecarregada. Caminhar durante a aula também auxilia a evitar esse excesso de carga nos membros.

A fisioterapeuta recomenda que haja uma variedade de posições durante a aula, e que inclusive deve haver um momento reservado para sentar. Porém, todos esses movimentos devem ser feitos com a postura ideal para o seu corpo. “A falta de mobilidade é ocasionada por ficar muito tempo na mesma posição, dessa forma o músculo fica sem mobilidade e não é nutrido. Por isso, sentimos dor quando saímos daquela posição e adotamos outra.”

Ao sentar

Os professores costumam ficar muito tempo sentados para corrigir provas, estabelecer planos de aula e estudar o conteúdo que será dado em sala, entre outras atividades. Porém, neste momento deve-se dar atenção à maneira como está a coluna. Segundo Fernanda, o apoio da coluna tem que estar sempre na cadeira com a região lombar no encosto; os ossinhos do “bumbum” também devem estar encaixados na cadeira, assim como os braços devem formar um ângulo de 90º em cima da mesa e os pés devem ficar apoiados no chão. “Desta maneira, nenhum músculo será tensionado e a atividade poderá ser realizada corretamente”, completa Fernanda.

Fonte ProfissaoMestre

 


 

Saiba com você pode tratar dores nas costas, corpo, labirintite  e vias respiratórias com técnica natural, clique aqui.