CARTA CÓSMICA PARA UM NOVO ANO ABENÇOADO


Chegou a hora das simpatias para o ano novo, chegou a hora de ter o desejo mais profundo de mudança. Quem sabe uma roupa nova, a cor especial, irá influenciar diretamente a vida futuramente. A fé através dos tempos e a esperança de um milagre. Assim move nossos desejos e as paixões.

Durante muito tempo repeti o ritual proposto para atrair sorte, até esperei por milagres, afinal, quem sabe daria certo.

Estudei bastante, vivenciei muitas coisas durante os últimos anos, muitas viagens internas, muita busca. A cada passo para dentro de mim tive a certeza que todas as nossas sortes estão dentro de nós e só nós e não pelo externo, vamos mudar a nossa história.

Cada passo interno era uma dor curada, cada passo interno era uma solução criada, cada passo interno era mais um passo para minha paz interna.

Hoje falo com propriedade, vamos buscar a sorte, vamos achar os bens que nos cabe, os bens físicos, emocionais e espirituais. Vamos olhar com benevolência nossa história, olhar do lado de fora, com olhos de espectador, olhar tudo e a todos, além de nós mesmo. Compreender o o sentido real e verdadeiro do “amar uns aos outros, como a ti mesmo.”

Sabe onde está o segredo, o segredo está em olhar interno, enxergando toda a nossa história. Só assim, compreender e desprender do que te faz mal.


Com todo esse aprendizado sugiro que façam um grande pedido de alma através de duas cartinhas, a primeira é para toda a sua geração, comece pelo pai, mãe, avós e bisavós, escreva sem medir, não precisa reler. Apenas escreva, mencione o nome deles e desabafe, fale de suas dores, das suas angustias, das frustrações e o quanto lamenta tudo isso, fale de coração e de alma tudo que sente, nesse momento permita-se sentir raiva, permita-se chorar, grite ou simplesmente se sinta emocionado e feliz por conseguir expor o que é de mais precioso na sua vida, para você mesmo. Tenha a certeza que reverbera na sua história, na sua vida. No final da carta escreva a seguinte frase, sinta e escreva:


Sinto muito por todas as minhas dores, sinto muito por todo julgamento. Agora desnudo(a) meus sentimentos e sinto muito por tudo. Eu renuncio a toda obrigação imposta inconscientemente e ao papel de salvador da família, agora sou Eu e Eu em mim, através de meus pais e através de meus ancestrais, tomo a força que me cabe e os deixo em paz.


Gratidão por tudo!


Você pode queimar a cartinha, imaginando que toda aquela energia está sendo recebida por Deus, Deus na sua sabedoria, saberá como direcionar.

A segunda cartinha é ao Conselho Cármico – No dia 31 de dezembro – a primeira é importante, para que possamos nos direcionar ao Conselho mais conscientes e mais leves.

Para quem não sabe o Conselho Cármico é o nome atribuído a uma reunião de entidades cósmicas que fazem um balanço das ações humanas individuais. Quatro vezes ao ano, de três em três meses, esse Conselho se reúne e avalia o carma de cada ser humano. Durante o sono, sem que tenhamos consciência, o corpo astral apresenta-se ao Conselho e escolhemos o que queremos fazer ou não. Um ato de escolha que visa a aliviar o peso de carmas e propiciar o equilíbrio pessoal e o da humanidade. Os Mestres que o compõem são: Grande Diretor Divino, a Deusa da Liberdade, a Mestra Ascensa Nada, o Elohim Cyclopea, Palas Athena, Pórcia, Kuan Yin e Buda Vairochana.


Acenda uma vela e coloque intenção no seu desejo, escrevas as cartinhas em papel e de preferência de lápis, o grafite não irá cortar a energia em que coloca na escrita.

Como estamos em lua minguante, faça o pedido para banir as coisas ruins, peça que seja banido a tristeza, a escassez, as doenças, todas as formas de energias intrusas e negativas, banir tudo que já não é mais necessário na sua vida.

Diga na carta, sinto muito pelas minhas escolhas e peço gentilmente que sejam amorosos com você, com amor eu aprendo e com amor eu retribuo à humanidade.

Fale em voz alta – em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, eu (nome completo) invoco o Arcanjo Miguel para que leve esta carta ao Conselho Cármico”. Leia toda a carta, queime e finalize dizendo: “Está feito, está selado, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém”.

Que assim seja, gratidão! (profunda gratidão e faça uma reverência).


Se imagine envolto a uma grande esfera rosa, nessa esfera um grande lótus e receba silenciosamente esse amor.

OM MANI PADME HUM – Gratidão!

Essa é uma ferramenta muito importante, a simplicidade é o fator mais essencial para a realização das intenções, faça de coração.

Que Deus abençoe a todos, gratidão!

Selma Duarte Flávio
Terapeuta Sistêmica e Terapias Vibracionais para o Desenvolvimento Humano.

.

Participe do nosso encontro – Auto Sabotagem & Obesidade

Participe do nosso encontro – Auto Sabotagem & Obesidade

19 DE MARÇO – DIA DE SAINT GERMAIN


Este maravilhoso Ser que conhecemos como SAINT GERMAIN realizou a Sua ascensão no ano de 1684.

Muitas e muitas vezes Ele aceitou novas encarnações e esforçou-se muito em estimular nos homens de diversos povos, neste planeta, o desejo de Liberdade, pois que é a LIBERDADE o seu dom especial.

Foi confiada a Ele, na qualidade de Mestre Ascensionado, a custódia do já iniciado ciclo de dois mil anos da Era da Liberdade.

Assim como Jesus possuía a custódia do anterior ciclo de Dispensação Crística (Jesus trouxe à Terra a mensagem de AMOR INCONDICIONAL na Era de Peixes, se bem que muitos tenham entendido que a sua mensagem era de dor, sofrimento e culpa), o Mestre Ascensionado Saint Germain usufrui a preferência, o privilégio e a responsabilidade de TRAZER A LIBERDADE no presente ciclo, a toda criatura – seja homem, ser elemental ou anjo prisioneiro.

Chegará um tempo em que não mais haverá velhice, doença, pobreza ou males de qualquer natureza; nem mais haverá a chamada morte.

Os ensinamentos editados pela “Ponte Para a Liberdade” contêm a orientação e indicação dos Mestres Ascensionados para melhor compreensão e aplicação do Fogo Sagrado, a fim de que todos possam obter a Liberdade do espírito, da emoção, do corpo físico e libertação das recordações.

Estando os quatro corpos inferiores, definitivamente, purificados e harmonizados, e com isto em verdade “Libertados”, o indivíduo estará, portanto, em condições de ser um Mestre Ascensionado ao final de sua encarnação; estará LIVRE PARA SEMPRE!

Todas as Ascensionadas Legiões Celestiais ofereceram a Saint Germain seu auxílio para a solução desta gigantesca obra e Ele aceita qualquer cooperação de cada corrente de vida que está à procura de mais Luz e Liberdade.

Desde a época de Sua Ascensão, no ano de 1684, Saint Germain prepara-se para ser o Chohan do Sétimo Raio.

No ano de 1786, recebeu o cargo da Bem-Amada Mestra Ascensionada Kuan Yin e, desde então, até o dia 1o de maio de 1954, Ele se dedica à preparação da imensa responsabilidade de Diretor Cósmico para o iniciado ciclo.

Este abençoado Ascensionado Mestre pede, nesta Hora Cósmica, por preces, apelos, orações, dedicação e auxílio de todos os que O amem, Ele que sempre viveu para servir a Vida. Chegou agora o Grande e propício momento para trazer à Terra Seu presente de Liberdade.

A COROAÇÃO DE SAINT GERMAIN

Em cada dois mil anos, a Terra entra em contato com um novo raio.
A Roda Cósmica necessita, para uma completa rotação, de quatorze mil anos.

Cada Chohan que é escolhido como representante do novo raio é COROADO como AUTORIDADE CÓSMICA, para continuar a evolução deste planeta e seus povos dentro este lapso de tempo.

O Sexto Raio, que estava sob a orientação do Mestre Jesus, terminou seu ciclo no dia 1º de janeiro de 1954. Depois de um tempo transitório (poucos meses), começou, oficialmente, a Irradiação Cósmica do Sétimo Raio.

O período de 1930 até 1954 é visto como a atividade do caminho preparatório semelhante ao trabalho antecipado de “João Batista”.

No dia 1º de maio de 1954, celebrou-se em Shamballa a cerimônia festiva da transmissão da coroa, cetro, espada e manto do Chohan retirante (Mestre Jesus) ao novo Chohan, Mestre Saint Germain.

O símbolo da autoridade, COROA, veio à Terra sobre a cabeça do Arcanjo Miguel, com os primeiros homens, que encarnaram sobre o planeta e, desde então, vem sendo usada sucessivamente pelos Chohans dos Sete Raios, por transferência a cada um deles, quando já decorridos 2.000 anos.

Completara-se, portanto, 14.000 anos desde que o último Chohan do Sétimo Raio usou essa Coroa, transferida que fora de seu predecessor – o Chohan do Sexto Raio, que por sua vez, a recebera do quinto, prosseguindo desse modo a seqüência dos Chohans e seus Raios até o primeiro deles, no início do ciclo de 14.000 anos.

O próprio Bem-Amado Mestre Jesus colocou nas mãos de Saint Germain o cetro da autoridade, investindo-o de poder sobre a evolução de todos os anjos, homens e seres elementais na presente Era, ao ser iniciado o novo ciclo de dois mil anos. O Maha Chohan entregou-Lhe a espada simbólica que representa o poder do Espírito Santo.

O primeiro gesto de Saint Germain: colocou a coroa sobre a cabeça de Sua Chama Gêmea, Deusa da Justiça e da Oportunidade, a Bem-Amada PÓRTIA.

Cada membro da hierarquia aproximou-se na correspondente ordem de categoria e todos, genuflexos, prestaram juramento perante o Novo Rei, Saint Germain, trazendo-Lhe as bênçãos de suas próprias emanações de vida.

Anjos e seres elementais seguiram este exemplo, irradiando suas vibrações em direção ao reino humano e sobre todos os Seres que estavam cientes deste grande acontecimento cósmico.

A ERA DA LIBERDADE

O Grande Mestre Ascensionado SAINT GERMAIN é o Ser que dirige os dois mil anos já iniciados da ERA DA LIBERDADE. Sua gigantesca missão é LIBERTAR todos os viventes, com também a Terra, e isto será realizado por meio do Fogo Violeta. Separadamente e em grupos, os homens apelam desejando dissolver toda criação inferior que obscurecer a luz dos homens.

Se apelais pela vossa Presença Divina “EU SOU” e ao Mestre Ascensionado Saint Germain para chamejar o Fogo Violeta através de vós, ele começará a afastar todas as criações negativas em vossos corpos do sentimento, do pensamento, etérico e físico; ireis constatar uma acentuada leveza e expansão em vossos sentimentos, uma notável clareza em vossos sentidos e mudança em vosso corpo.

Alguns discípulos vêem esta chama violeta quando apelam por auxílio em seus círculos de vida; outros a sentem.

Mesmo que vós não a vejais, ela está operando. Parece ser invisível, mas chegamos a ver as coisas mais importantes da vida? Não são visíveis aos nossos olhos a vida, a eletricidade, o amor, o ódio, a guerra (os efeitos de guerra: ódio, vingança, tristezas, dor etc.) e a paz.; no entanto, são bem reais; podemos, em qualquer caso, ver os seus efeitos. O uso diário da vivente Chama Violeta pode afastar muita coisa que está acontecendo em vosso mundo.

Mas, talvez deva ser esclarecido que, quando empregais sinceramente o Fogo Violeta e “acontecem” pequenos efeitos – isto não quer dizer que a Chama não faça a obra completa; significa que vossas CRIAÇÕES HUMANAS vêm à luz antes que as tenhais dissolvido.

Sobre isto, alguém, em certa ocasião, disse: Assemelha-se a uma escada “rolante” trazendo ao mundo atual a ação das forças do passado. Vosso trabalho é usar, suficientemente, a Chama Violeta para que tais FORÇAS PERMANEÇAM INERTES OU SEJAM DISSOLVIDAS ANTES QUE POSSAM AGIR.

Quando a Chama age, é com se explodisse uma porção de vossas criações humanas e então ficásseis livres de determinas qualidades inferiores.

Procurai agir sempre com crescente entusiasmo, para dissolver-se rapidamente, tão depressa quanto possível, o que se apresenta na superfície de vossa vida diária.

ALGUMAS ENCARNAÇÕES DO MESTRE SAINT GERMAIN

Rei da Cidade de Ouro, capital de uma antiga civilização, que floresceu há mais de 50.000 anos, onde hoje encontra-se o Saara.

– Sumo Sacerdote do Templo da Chama Violeta em Atlântida.

Profeta Samuel. Preparou e ungiu David como rei de Israel.

São José, escolhido do Espírito Santo como pai de Jesus.

Mago Merlin, amigo e conselheiro do rei Artur que criou a Ordem dos Cavaleiros da Távola Redonda que tinha como grande objetivo a procura do Santo Graal.

Roger Bacon, alquimista do século XIII, considerado precursor da ciência moderna.

Cristóvão Colombo, grande navegador que, superando a ignorância e o medo infundado dos europeus, descobriu a América, a Terra da Liberdade.

Francis Bacon, filósofo inglês do século XVII. Um dos fundadores da Franco-Maçonaria. Possivelmente, também autor das peças literárias de Shakespeare.

– Tendo alcançado sua Ascensão em 1º de maio de 1684, Saint Germain obteve a permissão do Conselho Cármico de retornar ao mundo num corpo físico, assombrando a Europa nos séculos XVIII e XIX, como o Conde de Saint Germain.

A CHAMA VIOLETA é uma das maiores dávidas que Deus concedeu à humanidade. É a ferramenta ideal para nos ajudar na vida física, material, emocional e espiritual. Também denominada chama do Perdão e da Misericórdia, a CHAMA VIOLETA representa a vibração do Espírito Santo. Quando invocada, a sua ação cósmica é completa, transmuta o nosso karma, cura o nosso corpo, nosso espírito, nossa alma, e eleva a nossa consciência.

Esta energia de vibração elevada penetra o nosso sistema nervoso, nosso coração, nosso cérebro, aumentando assim a nossa energia, e assegurando-nos uma vida melhor. Este solvente espiritual inigualável tem condições de eliminar as causas da enfermidade e purificar o nosso sistema de todo tipo de problemas emocionais e físicos.

Quando a CHAMA VIOLETA entra em contato com nossos pensamentos e sentimentos negativos – estresse, raiva, depressão, ela transmuta todas as energias negativas para positivas. Este fogo espiritual consome, não apenas a manifestação externa do vosso karma, como também as suas raízes e causas, além de contatar a memória de vidas anteriores, purificando seus registros.

Fonte: summit

 


 

Nossas dores, nossos amores


Ouvindo Ho’oponopono e pensando em  tantos suicídios, veio-me a inspiração, chamo atenção a reflexão desse texto. Inspirado pelo bem maior, que inspire também seus corações.

Nossas dores

O que nos resta, a não ser olhar para nós e percebermos que nossos filhos também adoecem, o que nos resta, se a dor é tão grande que nos anestesiamos na frenesia da vida. O que nos resta se não nos percebemos como doentes, delegando culpas mostrando o algoz. O que nos resta, se a vida não nos supre, e a verdade está longe demais para ser vista. Como é possível amar o próximo, se nem mesmo nos amamos.

Nos resta, a última gota de esperança, o ultimo raio de luz, o último suspiro. Basta uma oportunidade para mudar a história, descobrir que enquanto emaranhados em nossas dores, não iremos perceber o outro. Julgaremos nossos filhos, nossos pais, nossos irmãos, nossos amigos. Cobraremos de Deus o que não nos foi dado, o que não foi procurado por nós. Sentaremos na posição de mártir e choraremos a nossa dor. Choraremos a dor que não pode ser vista, precisamos procurar ajuda, procura dimensão além de nossos olhos, buscar o mínimo de movimento a vida. Só então, começaremos a curar nossos filhos.


Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grata!

Selma D. Flávio – Terapeuta Sistêmica e Vibracional


O PAI NOSSO, em Aramaico – A oração que o Jesus nos deixou


O PAI NOSSO

do original em aramaico

Ó Fonte da Manifestação! Alento da vida!

Pai-Mãe do Cosmo!

Faze Tua Luz brilhar dentro de nós,

para que possamos torná-la útil.

Ajuda-nos a seguir nosso caminho

movidos apenas pelo sentimento que emana de Ti.

Que nosso eu possa estar em sintonia contigo,

para que caminhemos com realeza com todos

os outros seres criados.

Estabelece Teu Reino de unidade agora.

Que Teu desejo e os nossos sejam um só,

em toda a luz, assim como em todas as formas.

Dá-nos o que precisamos cada dia, em pão e compreensão.

Desfaz os laços dos erros que nos prendem,

assim como nós soltamos as amarras que mantemos da culpa dos outros.

Não permita que a superficialidade e a aparência das coisas do mundo nos iludam.

Mas liberta-nos de tudo que nos aprisiona.

E não nos deixe sermos tomados pelo esquecimento

de que de ti nasce a vontade que tudo governa,

o poder e a força viva de todo movimento,

e a melodia que tudo embeleza

e de idade em idade tudo renova.

Amém.

O PAI NOSSO

em aramaico transliterado

Abwun d’bwashmaya

Nethqadash shmakh

Teytey malkuthakh

Nehwey tzevyanach aykanna d’bwashmaya aph b’arha

Hawylan lachma d’sunqanan yaomana.

Washboqlan khaubayn (wakhtahayn) aykana daph khnan shbwoqan l’khayyabayn.

Wela tahlan l’nesyuna

Ela patzan min bisha.

Metol kilakhie malkutha wahayla wateshbukta

L’ahlam almin.

Ameyn.

 

Em sua versão em aramaico, a oração do Senhor tem a força de uma invocação.

O que está sendo invocado é a Fonte da Manifestação, que é também o Alento da Vida. Ainda que seja referido como o Pai-Mãe do Cosmo, as duas polaridades de todos agentes criadores, nossos geradores celestiais não são referidos como os criadores do cosmo, mas sim como a Fonte da Manifestação. O mundo em que vivemos, nos movemos e temos nosso ser não é uma ‘criação’ divina, no sentido de estar separado de seu criador, mas sim é uma manifestação, portanto, uma extensão ou um reflexo de sua fonte divina original. Tudo o que existe é uma extensão ou expressão de Deus; o Pai-Mãe celestial é imanente em todos os seres, é o sopro da vida que permanece em todos nós.

A natureza imanente do divino genitor é geralmente referida como um cerne de luz em todos os seres, ainda que na grande maioria essa luz permaneça latente. O devoto invoca ao Pai/Mãe celestial para que faça brilhar a luz divina em seu interior. O brilho da luz interior, geralmente conhecido como iluminação, ocorre quando o Cristo interior muito apropriadamente vem à luz. Somente quando a luz de Cristo está atuando conscientemente em nós, é que nos tornamos verdadeiramente útil ao mundo, promovendo a paz, iluminando e amando incondicionalmente a todos os seres.

O sentimento que emana do Pai-Mãe celestial é o amor, a energia divina que harmoniza toda natureza bem como a vida dos membros da família humana, guiando-os em segurança pelo caminho de retorno à Casa do Pai-Mãe. Quando alcançamos a sintonia como nosso divino genitor, fruto do nascimento de Cristo em nós, sabemos por experiência própria que ‘eu e o Pai-Mãe somos um.’ Uma vez conscientes de nossa natureza divina, iremos naturalmente caminhar com realeza com todos os outros seres, fazendo o bem sem olhar a quem, servindo de apoio e indicando o rumo a todos nossos companheiros de jornada neste mundo que ainda não despertaram para a realidade.

A unidade do Reino sempre existiu no plano espiritual. Somente no plano material vivemos na ilusão da separatividade, até que nossa visão espiritual seja desperta com o nascimento de Cristo em nós. A unificação do desejo dos homens com o desejo de Deus é o momento portentoso da libertação deste mundo; essa unificação é uma realidade permanente nos mundos de luz, ou seja, nos planos espirituais, mas deve ocorrer também no mundo das formas, para que possamos nos adentrar no Reino.

Ninguém é mais amoroso e mais sábio do que nosso Pai-Mãe celestial, portanto pedimos que nos seja concedido aquilo que Ele-Ela sabe que realmente precisamos, tanto em alimento material como em alimento para a alma, a compreensão da Verdade. O conhecimento da verdade é a dádiva celestial que nos possibilita desfazer os laços dos erros que nos prendem a este mundo. A raiz de todos os erros é a ignorância de nossa natureza divina e da operação das leis de Deus: o conhecimento da verdade desfaz os laços da ignorância. Mas para que isso ocorra, devemos, de nossa parte, relevar o comportamento de nossos irmãos que ainda cometem erros por ignorância. Ao perdoarmos de coração a todos os que nos ofenderam ou prejudicaram estaremos desfazendo os elos cármicos que nos prendem aos nossos inimigos, ou aos nossos devedores.

Quantas vezes nos deixamos iludir pelas aparências ao darmos atenção excessiva em nossa vida diária à natureza superficial das coisas. Ó Pai-Mãe celestial, conceda-nos a visão da realidade das coisas para que possamos nos libertar das ilusões que nos aprisionam.

Ó Pai-Mãe celestial, conceda-nos a Graça de vivermos permanentemente na Tua divina lembrança, jamais nos esquecendo que Tu és a Fonte de tudo o que existe. As leis que governam os mundos materiais e espirituais são expressões de Tua vontade. Ó Alento da Vida, Tu és o poder e a força viva de todo movimento, desde os mundos cósmicos aos mundos atômicos, passando por todas expressões da natureza em nossa Terra. Tu és também, ó Divino Músico, o compositor da música das esferas que a tudo embeleza com harmonia melodiosa, e que ao ritmo de Teus acordes renovas de idade em idade todas as coisas em Teu universo sem fim. Que assim seja para todo o sempre.

Vide: Neil Douglas-Klotz, Orações do Cosmo (Triom, Libraria Editora e Abwoon Studies), pg. 15-18.

 


 

A mensagem através da pena branca


Você já achou uma peninha branca solta em algum lugar? Você sabia que frequentemente os anjos nos enviam estas penas brancas para mostrar que estão por perto? Esta é uma das formas que os anjos usam para se comunicar com a gente. Quando você acha uma pena branca solta em algum lugar significa que o seu anjo da guarda está por perto, é uma lembrança da presença dele.

Outras vezes eles respondem nossas perguntas enviando-nos uma peninha branca e então você sabe que a resposta significa algo positivo, uma afirmação daquilo que você queria saber, um sinal para ir em frente. Então, quando você faz uma pergunta e espera uma resposta, esta pergunta precisa ser direta: “Como devo ir a tal lugar?”, “Devo fazer ou falar algo?”, assim ao encontrar sua pena branca saberá que é um sinal dos anjos para seguir em frente.

Os anjos também nos mandam outros sinais como moedas de cinco centavos, mas não vale achar a moeda dentro da própria bolsa, precisa encontrar ela solta, no chão ou em cima de algo. Assim como não vale encontrar uma galinha branca e achar que seu anjo está dizendo um super sim a você.

 

 

 

 

Outra forma frequente de contato é através de mensagens enviadas utilizando música, quando você entra no seu carro, liga o som e ouve exatamente a frase que precisava ouvir. Ou através de mensagens escritas em livros, comuns n
os livretos de mensagens onde você faz uma pergunta endereçada ao seu anjo da guarda, pensando nele e em seguida abre o livro e lê o que ele tem a dizer sobre o assunto perguntado. E também em mensagens através de nuvens, quando você olha para o céu e enxerga a imagem de um anjo ou de uma pena branca.

Fique atento e perceberá que o seu anjo da guarda está muito mais perto do que você imagina!

 

Fonte horoscopovirtual


 

Oração Mestre Kuan Yin


Oração Mestre Kuan Yin

Doce e Amada Kwan Yin
Na leveza da energia de teu imenso Amor misericordioso.
Abrimos nossos corações como se um lótus fosse.
Pedimos que na luz do Raio Violeta, possamos receber a transmutação de todas as energias contrárias a luz.
Protegei Bem Amada Kwan Yin, todos dessa comunidade que se sustentam sob Vossa proteção.
Crie em torno de todos nós, uma mandala de luz e dentro desse círculo, possamos curar nosso mundo de pensamentos e sentimentos.
Que no curso desse dia possamos nutrir nossa alma com o néctar de seu Divino Amor, Abundância e misericórdia.

NAMO KUAN SHIH YIN PUSA (3X)

Nós nos refugiamos na Tua luz
OM MANE PADME HUM.

Comunidade criada pelas Deusas da Luz, grupo de mulheres que através do auto conhecimento e despertar da Deusa possuem grande devoção a Amada Deusa da Misericórdia e compaixão.
Essa foi uma maneira simples e amorosa de expressar nossa gratidão e Amor a Kuan Yin.

Venha meditar na energia de amor e compaixao de Kuan Yin
todas às terças-feiras 
Informações 11 973873144 whatsapp
Local Tatuapé - SP


	

Kuan Yin a Deusa da Compaixão e da Misericórdia


“Tomo refúgio em Buda, Dharma e Sanga.
Abstenho-me de todas as ações negativas de corpo, palavra e mente.
Acumulo todos os dharmas virtuosos do universo em benefício de todos os seres”

Kuan Yin

 

Na mitologia chinesa, Kuan Yin 观世音菩萨  é conhecida como a Deusa da Compaixão e da Misericórdia. Ela existiu como pessoa, igual a todos nós e somente depois de sua morte foi transformada em Deusa. Também conhecida como Quan’Am (no Vietnã), Kannon (no Japão), e Kanin (em Bali). Ela cobre as planícies alagadas do Oriente, do Egito à China. E é venerada em todo o mundo por milhões de pessoas, que a consideram o símbolo máximo da pureza espiritual.

Esta Deusa enquanto viveu, percorreu o mundo, viu muita dor e então, jurou proteger e amparar todos os humanos até que o último sofrimento acabe. A MESTRA KUAN YIN TORNOU-SE A INCORPORAÇÃO DA COMPAIXÃO. Ela nos diz que se você cantar seu mantra diariamente, cultivará a compaixão que curará o mundo das mais dolorosas feridas.

Kuan Yin, cujo nome significa “aquela que ouve os lamentos do mundo” é boddhisatva da Compaixão no budismo chinês. Ela vive em uma ilha paradisíaca de P’u T’o Shan, onde ouve todas nossas preces. Todos que trabalham com sua energia, sabem o quanto ela é doce e sutil, mas também o quanto é poderosa. Somente a menção de Seu Nome alivia o sofrimento e as dificuldades. Mesmo tendo alcançado a iluminação, Ela optou por permanecer no mundo dos homens.

“Pedindo AMOR, PERDÃO, MISERICÓRDIA para nós e todo o planeta, transmutando e transformando nossos corações e todos os padrões inferiores da aura coletiva planetária.
Mestra Kuan Yin é a Grande Mãe da Compaixão, também conhecida como a Mãe dos Relacionamentos.”

 

 

 

 

Venham meditar com a Mestre Kuan yin – momento de reflexão, amor e cura.

Dia 7 de Fevereiro às 15hr – Terça-feira
Inscrição 11 973873144 whatsapp

Rua Fernão Tavares, 114 – 2 min do metrô Tatuapé