Vivencie a Sexualidade Feminina

Nos Conceitos da Constelação Sistêmica – OFICINA TERAPÊUTICA

Sobre este evento

O objetivo do encontro é o aprofundamento nos três pilares da Constelação Sistêmica voltado para as questões da Mulher em toda a sua esfera – Pertencimento – Retomando o direito de pertencer; Equilibro – Compreender o dar e receber; Ordem – a hierarquia no sistema. Vivenciaremos questões para possíveis soluções através da prática, meditação, visualizações e vivências.

Ainda nos deparamos com tabus e preconceitos arreigado nas nossas questões de ser mulher, defrontando com os abusos, humilhações, dificuldades nos relacionamentos, sexualidade e na prosperidade da vida. Olhar com a visão sistêmica, desencadeia as possibilidades de vivenciar a liberdade das emoções.

“Compreender o movimento da vida, nos transporta para a realidade que não conhecemos, assim, olhar para a origem buscando do autoconhecimento a cura. Poder ver a vida em bosque de flores, colhendo a sabedoria e o entendimento para a transformação pessoal. “
Selma Flavio – Terapeuta em Constelação Familiar

Para pagamentos a vista com boleto ou dinheiro com descontos entre em contato – AuraQuartz / Inscrições: WhastApp 11 973873144 Selma

PARA TODAS AS MULHERES QUE DESEJAM RESPOSTAS

♂ Para você que deseja ser feliz nos relacionamentos

♂ Para quem quer tratar situações em que sofreu abusos em todas as esferas

♂ Para quem quer ser amada

♂ Para resolver as questões com o feminino e a feminilidade

♂ Para mulheres que tem maridos “fracos”

♂ Se sofreu com os abortos espontâneos ou não.

♂ Se deseja ter filhos

♂ Questões com a sexualidade e sentir prazer novamente

♂ Nas questões profissionais

♂ Quer sair da depressão, da síndrome do pânico ou outros males emocionais.

Confiram mais informações no Facebook

Facilitadora Selma Flavio – CTN – SP nº. 0879 – Terapeuta, Constelação Familiar e Terapias Energéticas – Formada em Pedagogia, Educadora Transdisciplinar. Terapeuta Naturista especializada em Terapia Floral, Profª Curso Internacional Healingherbs (Florais de Bach); Sistemas Florais da Califórnia, Minas, Austrália, Saint Germain, Filhas de Gaia, Fox Mont, Formação em Reiki, nível III; Bioletrografia; Consciência Energética, Radiestesia, Cinesiologia; EFT (Emotional Freedom Techniques); Magnified Healing; Pertenceu ao corpo diretivo SINATEN (Sindicado Nacional dos Terapeutas Naturistas). Trabalhos comunitários realizados na associação de amigos do bairro Jardim Sapopemba e trabalhos sociais com mulheres da Delegacia Feminina Eliana de Gramon, através da Associação dos Terapeutas Florais – ABR-flor; Participante no Seminário Internacional de Bert Helling, Brasil – e Constelação Familiar Sistêmica.

Entrevista Rádio Justiça de Brasília – entrevista-concedida-a-radio-justica-constelacao-familiar-no-judiciario/

Quer saber mais quer saber mais sobre Constelação – leia aqui constelacao-familiar/


Vivencie a Sexualidade Feminina - informações pelo whastapp 11 973873144
Sexualidade Feminina


Terapeuta Sistêmica #SelmaFlavio / FaceBook #EspaçoAuraQuartz / #SejaEstejaSorria

“Quer foder comigo?” Sexo casual

“Quer foder comigo?”
Sexo casual 
é o novo modelo de relacionamento.
Uma mensagem,
Um olhar,
Algumas palavras e pronto!
O sexo ganhou um novo pseudônimo;
o aclamado: “foda”.
Então prepare o preservativo
que a noite vai ser de prazer.
Mas a preservação não é só 
por uma gravidez inesperada ou uma DST,
também nos preservamos 
do compromisso,
do apego,
das cobranças
e também do AMOR.
É mais fácil tirar a roupa do que o sorriso.
Tocar corpo do que o coração.
Preferimos alguém pra comer em uma noite,
a alguém que fique para comer com a gente no café da manhã.
Estamos tão fragilizados com compromisso
que matamos o prazer enquanto a carência nos enterra.
Houve um tempo em que as pessoas 
faziam amor, e eram felizes.
Mas hoje, elas fodem!!!
E talvez por isso exista pouca gente feliz
e tanta gente fodida.”

Marcos Bulhões

?

#SejaEstejaSorria


Como Cuidar da Energia Sexual


Como Cuidar da Energia Sexual

Diariamente  entramos em contato com as pessoas, mesmo sem o toque da pele estamos tão próximos que podemos trocar energias. Somos capazes de absorver energia uns dos outros automaticamente, mesmo sem intenção. Somos fontes continuas de energia e luz, ao mesmo tempo que podemos irradiar boas energias podemos também irradiar más energias.

 

Como isso é possível sexualmente?

Imaginem que só de estarmos próximos a alguém, mesmo virtualmente somos capazes de capitar suas energias, imaginem que sexualmente é muito  mais profunda essa troca.

Levamos a outras pessoas nossas informações energéticas, emocionais e espirituais, no ato sexual não trocamos apenas fluidos físicos, trocasse os fluidos energéticos. Quando os chakra básico são unidos, o corpo entende que é o momento de completitude, numa extensão além do prazer, é o momento que o homem se torna um só, inteiro.
Dessa forma o corpo se prepara para um momento de êxtase, abrindo os chakras para a sublimação, favorecendo a doação energética intensa como também o recebimento.

Como a energia sexual interfere na vida

A sexualidade afeta diretamente. Quantas vezes você terminou um ato sexual e se sentiu vazio, ou simplesmente nem se importou com quem ou o que estava acontecendo.

Quem sentiu o vazio, decorrente de um mal estar, absorveu do outro energias negativas ou foi “vampirizada” –  num vácuo continuo de necessidade física, pois não conseguirá se sentir pleno dessa relação vazia.

Pessoas que não se importam, provavelmente ela é o “vampirizador”, absorvendo as energias boas para o preencher o seu vazio interior.

A Questão Vai Além de Energias

Quem muito seduz, muito precisa de ajuda terapêutica. O seu cerne está pedindo ajuda, cultuar admiradores poderá estar representando a carência afetiva gerada na infância, em contra partida, a repetição de relacionamento vazio representa um desgaste emocional, uma busca continua de algo que não conhece e precisa ser visto. Curando essa dor interna, poderá vivenciar  um relacionamento amoroso com  prazer e respeito.

 

Selma Flávio – Constelação Familiar e Terapias Energéticas

 

 


Esse vídeo fala rapidamente da importância e o cuidado com alguns comportamento de sedução, a interferência energética mesmo sem o ato sexual, e a preocupação com a necessidade de manipular a energia sexual, estimulando afetos para alimentar as carências afetivas.

Vale a  pena assistir!


 

 

 

 

Por que o sexo é tão poderoso?

A maioria de nós sai à procura do amor levado por duas forças psicológicas poderosas;
a fantasia do romance ideal e um medo de que não o encontremos e nunca sejamos amados. Esses dois impulsos são auto-sabotadores, embora de maneiras diferentes.
Se você levar consigo uma fantasia idealizada de como deveria ser o amor,
vai perder a coisa real quando ela cruzar o seu caminho.
O amor real começa com interações cotidianas que possuem a semente da promessa,
não com o êxtase total.
Quando você se apaixona, se apaixona por um espelho de suas necessidades mais atuais.
Você descobre o caminho não pensando, sentindo ou fazendo, mas se entregando.
O medo do compromisso reflete a crença de que o espírito é inalcançável.
Desse modo, não há esperança de alcançar o amor.
A união sexual imita a criação divina.
O que você expressa através de sua paixão é o amor de Deus por Deus.
A energia nascida do amor é criativa – renova tudo que toca.
Qualquer desejo de crescer está seguindo o fluxo do amor.
O amor é o início da jornada, o seu fim e a própria jornada.
Os mestres espirituais nos dizem que o estado de iluminação
– que é totalmente livre, extático e ilimitado –
é vislumbrado de perto no orgasmo; pelo menos, é este o seu potencial.
Por que o sexo é tão poderoso?
Porque estamos constantemente buscando o estado do êxtase original.

Deepak Chopra


 

 

O Amor É Perigoso, o Sexo Não É Perigoso


“As pessoas que têm medo do amor não têm medo do sexo. O amor é perigoso; o sexo não é perigoso, pode ser manipulado. Há agora muitos manuais sobre como fazê-lo. Você pode manipulá-lo – o sexo pode tornar-se uma técnica. O amor nunca pode se tornar uma técnica. Se no sexo você tentar ficar no controle, então nem o sexo o ajudará a alcançar o derradeiro. Irá até um certo ponto e você retrocederá, porque em algum lugar ele também precisa de uma rendição.
 O AMOR NAS ESTRELAS
É por isso que o orgasmo está se tornando mais e mais difícil. A ejaculação não é orgasmo, dar à luz a crianças não é orgástico. O orgasmo é o envolvimento do corpo total: mente, corpo, alma, tudo junto. Você vibra, o seu ser completo vibra, dos pés à cabeça. Você já não está no controle; a existência tomou posse de você e você não sabe quem é. É como uma loucura, é como o sono, é como meditação, é como a morte.”
Osho, Returning to the Source

Preste atenção a quem você compartilha sua energia íntima

“A intimidade, a este nível entrelaça sua energia sonora com a energia sonora da outra pessoa. Essas conexões poderosas, independentemente de quão insignificante você acha que eles são,deixar detritos espiritual, particularmente nas pessoas que não praticam qualquer tipo de limpeza, física, emocional ou de outra forma. Quanto mais você interagir intimamente com alguém, mais profunda a ligação e mais de sua aura se confunde com o seu. Imagine a aura confusa de alguém que dorme com várias pessoas e realiza em torno destas múltiplas energias? O que eles podem não perceber é que outras pessoas possam sentir que a energia que pode repelir a energia positiva e atrair energia negativa em sua vida. Eu sempre digo, nunca dormir com alguém que você não gostaria de ser.”

 

~ Lisa Patterson

 

f1c54312f18f86c367aeddf6c0af123c

O Melhor da Energia Sexual

A energia sexual desempenha um papel importantíssimo no nosso bem-estar mental, emocional e físico. E para as pessoas empenhadas em seguir um caminho espiritual, a compreensão do que significa energia sexual e o ato de fazer amor é mais preciosa ainda, pois eles são recursos de que dispomos para elevar nossa consciência e avançar para níveis mais altos de energia.

Se estamos com alguém que amamos, o ato de fazer amor e o orgasmo provocam uma expansão de energia nos nossos campos energéticos e a energia sexual se funde com a energia mais profunda do amor. Essas duas energias se tornam então uma só energia, poderosa, criativa, transformadora, que pode operar a cura, a renovação e, se for conduzida até um nível suficientemente elevado, o que alguns chamam de “milagres”.

Mas o que acontece quando usamos a força vital e a energia sexual num relacionamento íntimo em que não existe amor? Simplesmente os nossos centros de energia ficam bloqueados e a energia “não flui”. Isso acontece porque a intimidade sexual, quando não existe amor, cria o que poderia ser descrito como “impressões negativas” nos nossos centros de energia, bloqueando o movimento e o fluxo energético.

Essas impressões negativas e os bloqueios podem ser sentidos energeticamente e alterar as nossas atitudes e os nossos comportamentos. Elas podem nos fazer sentir “travados” sexualmente causando em nós uma perda de vitalidade sexual ou então podem disparar um anseio compulsivo por sexo, num esforço inconsciente para desbloquear as energias sexuais.

Se as nossas energias sexuais não estão ligadas ao amor, elas podem como células cancerígenas, adquirir “vida própria” e acabar nos afastando do amor. E em nossas tentativas de satisfazer nossos impulsos sexuais, acabamos ferindo a nós mesmos e a outras pessoas. Atos meramente sexuais nunca são inofensivos. As energias sexuais são forças poderosas!

Quando utilizadas com amor, elas promovem a nossa expansão como seres humanos. Quando usadas sem amor, elas causam o acúmulo de impressões e energias “escuras” e negativas na nossa aura, que nos mantêm em níveis baixos de percepção, ofuscam a nossa perspectiva mental e só criam obstáculos à nossa experiência da felicidade. Esse é um preço muito alto a pagar por um prazer momentâneo.

 

Outro efeito da troca de energias sexuais sem amor é o que poderia ser descrito como “buracos ou perfurações” no campo energético dos parceiros. Sem a energia vital do amor, a troca de energias cria lacunas que enfraquecem a aura. Quando, ao contrário, o amor está presente, a mistura ou fusão das energias fortalece o campo energético, porque, nesse caso, mais amor e mais energia são produzidos no ato de fazer amor.

Isso é igualmente verdadeiro para casais casados e não-casados. Não se trata aqui de uma questão moral. Pessoas casadas que não se amam e fazem sexo estão causando prejuízos uma a outra da mesma maneira que casais não casados, quando se entregam ao sexo sem amor.

Quando existe intimidade sexual entre duas pessoas, ocorrem as trocas de energia entre elas. Quando temos intimidade sexual, nós, por habito, nós abrimos energeticamente de uma maneira muito profunda, que permite a cada parceiro carregar a energia do outro. Desse modo, quando somos sexualmente íntimos a alguém, carregamos a “vibração energética” do campo e dos centros de energia da outra pessoa.

Essa vibração inclui, num grau maior ou menor, os pensamentos e emoções do parceiro, que podem ser positivos ou negativos. Por exemplo, se estamos zangados ou tristes, a vibração de nossa raiva ou de nossa tristeza pode ser transferida para o nosso parceiro sexual juntamente com a troca de outras energias, e o parceiro receptor irá adquirir essa energia de raiva ou tristeza.

O grau em que somos afetados pela energia do parceiro depende da força de nosso próprio campo energético e da intensidade vibracional dos pensamentos e emoções do parceiro. Às vezes, depois de fazer amor com alguém que não amamos, sentimos como se estivéssemos carregando alguma coisa “suja” ou que na realidade não é nossa. Podemos até sentir a necessidade de tomar banho – uma experiência de purificação ritual – para nos livrar dessa sensação.

Por outro lado, quando a experiência é de amor, cada parceiro se sente banhado na energia do amor e no brilho remanescente do ato de fazer amor, e quer conservar esses sentimentos durante o máximo de tempo possível. Os parceiros geralmente carregam as energias um do outro por seis meses ou mais. Na verdade, eles podem carregar essas energias indefinidamente, a menos que se limpem e se libertem delas.

Visualizações, orações, rituais podem ser utilizados, isolada ou conjuntamente, para este propósito. Pessoas sexualmente ativas, portanto, transferem suas próprias energias e a de todos parceiros anteriores e atuais a qualquer novo parceiro. Essa é uma das razões porque elas perdem o senso de identidade.

Quanto mais carregamos as energias de outras pessoas, menos sentimos as energias que são especificamente nossas. Nós também extraímos e carregamos aspectos da personalidade do parceiro, pois as energias que são trocadas carregam a vibração das emoções, dos pensamentos e das experiências das pessoas.

 

 

Em outras palavras, nós começamos a sentir a vibração da energia das pessoas como nossa própria energia. Quando isso acontece, também ficamos mais suscetíveis à força e personalidade dessa pessoa, particularmente se ela tiver um campo de energia mais forte do que o nosso. Portanto, cada vez que temos relações sexuais com alguém, estamos criando consequências douradoras que nós nunca tínhamos imaginado para nós mesmos e para as outras pessoas.

As pessoas nunca aprenderam, com os pais, a escola ou quem quer que seja, que a energia sexual é uma força poderosa que deveríamos usar apenas para manifestar mais plenamente a vida em nós e expandir os nossos campos de energia. Portanto “como” e “com quem” nós usamos essas energias estão entre as decisões mais importantes que podemos tomar na vida.

Compilado do livro: Sexo: Verdadeiro ou Falso?

De Michelle Rios Rice Hennelly e R. Keven Hennelly

 

Continuar lendo O Melhor da Energia Sexual